Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
GRUPO ESPECIAL

Aprenda as letras dos enredos das 8 escolas de samba do Grupo Especial de Manaus

Fique com os sambas na ponta da língua para curtir o desfile das escolas no Sambódromo no Carnaval de Manaus



canto.JPG Saber cantar o samba-enredo é um dos requisitos primordiais para os integrantes das escolas garantirem uma bela apresentação no desfile (Foto: Arquivo A Crítica)
25/01/2017 às 11:17

Os sambas-enredos das escolas de samba do Carnaval amazonense são riquíssimos em melodia e letra, fazendo com que o torcedor “viaje” no tema da sua agremiação. Historicamente é assim, desde os tempos da Escola Mixta de Samba da Praça 14 de Janeiro, fundada em 1946 e que existiu até o ano de 1962.

Para este Carnaval 2017, dos oito sambas-enredos do Grupo Especial, um deles é reedição. Estamos falando da Andanças de Ciganos, com “Na Festa dos Deuses, os Ciganos fazem o Carnaval”, samba de 1987, dos compositores : Alvadir, Mestre Duda e Zeca, que levou a escola da Cachoeirinha ao segundo lugar do Carnaval de Manaus. Naquele ano, o enredo foi “Festa dos Deuses no Carnaval dos Ciganos”, e quem emprestou sua voz para cantar o samba foi ninguém menos que o inesquecível e já-falecido intérprete Carlinhos de Pilares. Neste ano, é a vez do ícone Agnaldo do Samba  conduzir o clássico.

E por falar em clássico,a Sem Compromisso buscou em uma canção bastante conhecida da MPB a inspiração para fazer seu samba-enredo: foi com “Feira de Mangaio”, do lendário compositor Sivuca e imortalizada na voz da saudosa e Clara Nunes, que a diretoria da agremiação teve a sacada para “Eu tenho pra vender... Quem quer comprar?”.

A autoria é de um verdadeiro exército de compositores: Paulino Braga, Roney Cruz, Clênio Franciné, Sandro Romero, Rodrigo Fróe, Helen Altemir Pereira, Wallderez Silva, Alexandre, Serginho, Victor Braga, R. Brasil, Hudson Santana, Marinho Saúba Martins e Miguel Zamba.

Pelo visto, a oferta para genialidade não para por aí, já que a Vitória Régia traz um dos mais belos sambas-enredos do ano, com versos como “Vitória Régia, a Primeira / O Berço do Samba, Raiz Verdadeira / Com Justiça eu posso dizer / O Teu Verde Rosa é Razão de Viver”. A letra é de Jair Tapajós, Malheiros Jr, Jorge Goulart, Davi Menezes, Alfredo Soares Neto, Victor Alves, Fernando Silva, Marcos Wagner, Ricardinho Magalhães, Andre Botinelli, Judson do cavaco e Ten. Júlio, com participação especial Lavoisier e Victor Rafael.
Mas há muito, leitor.

Marquinhos campeão

A Reino Unido tem este ano novamente um samba-enredo assinado pelo compositor Marquinhos Negritude (já é o 5º nos últimos anos) e outros artistas. Ele é autor de seis títulos de Carnaval distribuídos pela própria escola do Morro (1), Vitória Régia (1) e A Grande Família (4). 

Acompanhe as letras abaixo e viaje no mundo do samba amazonense!

Receba Novidades


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.