Publicidade
Carnaval
EMOÇÃO

Apresentadores da TV A CRÍTICA falam sobre as visitas aos galpões das escolas de samba

Os jornalistas Daniela Assayag e Clayton Pascarelli têm conhecido de perto a realidade daqueles que dão vida ao Carnaval na capital amazonense 18/02/2017 às 05:00 - Atualizado em 18/02/2017 às 10:57
Oswaldo Neto Manaus

A oito dias da transmissão do Carnaval de Manaus pela TV A Crítica, a preparação de quem vai participar de uma maratona de mais de 12h ininterruptas de folia começou há algum tempo. Os jornalistas Daniela Assayag e Clayton Pascarelli serão os apresentadores oficiais, e para dar conta da responsabilidade, a dupla tem visitado as agremiações e conhecido de perto a realidade daqueles que dão vida ao Carnaval. E todos são unânimes em dizer: as visitas são só alegria!

Segundo os jornalistas, a preparação iniciou com ainda mais antecedência em 2017. Se no ano passado eles se empenharam em conhecer a composição das oito escolas em 10 dias, neste ano eles afirmam que a correria iniciou há duas semanas do desfile.

“Ano passado eu ainda apresentava o Manhã no Ar, agora estou respirando mais aliviada porque toda estreia é muito nervosa. Não que não estejamos nos preparando igual ou mais que no ano passado, mas em 2016 foi a estreia... Esse ano é a segunda vez e a gente já sabe mais ou menos o que falar”, disse Daniela.

Acompanhada dos repórteres que ficarão espalhados pela avenida do samba, a experiência de Daniela para contar grandes histórias do Carnaval tem sido um grande aprendizado para Clayton Pascarelli, recém-contratado da TV A Crítica. E a primeira missão dele será justamente transmitir todas as novidades das escolas junto com a colega.

“Eu estou aprendendo muito com a Daniela Assayag. Ela entende muito do mundo do Carnaval que é a parte mesmo. As pessoas têm o seu linguajar, suas histórias. Essas visitas nos barracões têm sido um ensinamento muito grande de ver como é o trabalho minucioso, a garra das pessoas, de como as pessoas dão o sangue. Isso vai fazer com que a gente construa uma boa transmissão”, disse ele.

Outra presença confirmada na transmissão será da blogueira de moda e colunista de A CRÍTICA, Carol Heinrichs, que vê o seu segundo ano comentando o Carnaval como um desafio. “Estamos a visitando as escolas com mais antecedência pra conhecer todas as alas, as fantasias, ver cada detalhe pra poder chegar lá afiado pro dia e saber bem do está falando. Será incrível ver de perto os adereços, materiais utilizados, os tecidos... Se são mais leves ou pesados e as cores”.

Recepção
Por onde passam, Daniela e Clayton são recebidos com carinho, “selfies” e atenção. A dedicação nas visitas às escolas é aprovada pelos dirigentes das escolas de samba. “Pra gente facilita muito porque muitas vezes acontece da transmissão ser feita por apresentadores que não tem essa interação com as escolas. Surpresas programadas pela escola já passaram despercebidas porque nem o apresentador nem os câmeras estavam preparados para mostrar aquele momento. Então pra gente é um ganho muito bom”, disse Saulo Borges, presidente da Mocidade Independente de Aparecida.

O diretor de Carnaval da Sem Compromisso, Josevaldo Souza, avalia a preparação como uma vantagem não só para a comunidade do samba, mas também para o público. “São informações importantes que vão ser passadas pro público de casa, porque além de fazermos um desfile pros jurados, fazemos um espetáculo para quem está vendo pela televisão”.

Transmissão
A transmissão do Carnaval pela Rede Calderaro de Comunicação acontece no dia 25 deste mês. Além da TV A Crítica e da Rádio A Crítica FM, a RCC vai disponibilizar conteúdo exclusivo da programação de Carnaval no canal por assinatura A Crítica Mais e na plataforma digital A Crítica Play. 

Publicidade
Publicidade