Publicidade
Carnaval
Especiais

Boi Caprichoso exaltará povos tradicionais da Amazônia durante 50º Festival de Parintins

Três noites foram divididas em Amazônia, o Encontro dos Povos na 1ª noite; A Arte da Criação na 2ª noite e Amazônia nas Cores do Brasil, na última noite 25/06/2015 às 14:39
Show 1
Informações foram divulgadas em coletiva de imprensa no Curral Zeca Xibelão
NATHÁLIA ANDRADE E VINICIUS LEAL Parintins

Com a participação de itens oficiais, diretoria e patrocinadores, a agremiação do Boi-Bumbá Caprichoso divulgou na manhã desta quinta-feira (25), durante coletiva de imprensa na cidade de Parintins, como serão as apresentações das três noites no 50º Festival Folclórico da Ilha Tupinabarana, que acontece amanhã, sábado e domingo, nos dias 26, 27 e 28 de junho.

O Caprichoso apresentará o espetáculo intitulado “Amazônia”, tema de 2015, com três subdivisões: Amazônia, o Encontro dos Povos na primeira noite (26), A Arte da Criação na segunda noite, sábado (27), e Amazônia nas Cores do Brasil, na última noite, domingo (28). Conforme sorteio das apresentações realizado hoje, o Caprichoso vai encerrar a primeira e última noite e abrir a segunda noite.

O presidente Joilto Azêdo destacou a superação de obstáculos como uma das marcas do Caprichoso em 2015. “O folclore é tão poderoso enquanto manifestação popular, que mesmo em um ano difícil como 2015, fizemos todos os esforços para tornar possível a realização do 50º Festival Folclórico de Parintins. Temos a certeza de que o povo de Parintins vai se definir em uma só palavra, nesse festival: superação”, destacou.


Rainha, Sinhazinha, Cunhã, Tripa, Amo e Levantador de Toadas

Sobre o tema do Caprichoso deste ano, Márcio Braz, membro do Conselho de Artes, enfatizou que o foco do espetáculo do Touro Negro será nos povos tradicionais da Amazônia – índio, negro e branco –, e a cultura formada a partir da união deles na mesma região. “Vamos abordar a Amazônia pelo prisma dos povos que contribuíram para a nossa formação cultural”, comentou.

As Figuras Típicas Regionais serão Pescador da Amazônia na 1ª noite; Romeiro da Amazônia e a Arte da Criação, na 2ª noite; e Contador de Estórias nas Cores do Brasil na 3ª noite. As Exaltações Folclóricas serão Encontro de Povos, a união de povos na Amazônia; Romeiro da Amazônia e a Arte da Criação; e Contador de Estórias e Nas Cores do Brasil.

Os Rituais Indígenas serão Senhor das Sombras, ataques de morcegos carnívoros ao povo Mura; Pentagrama de Tandaká, os pedidos de ajuda do povo Tandakpa; e Kamarampi, quando o Xamã Sheripiari combate espíritos em defesa dos índios do rio Amônia. As Lendas Amazônicas serão Bicho Folharal, o híbrido de humano e espécies da floresta; Nhetãn Hekãn, macacos gigantes que devoravam os índios Karajá; e Serpentárias.

Publicidade
Publicidade