Terça-feira, 16 de Julho de 2019
IMORTALIZADO

Fundador da RCC, Umberto Calderaro será homenageado no Carnaval do Educandos

Fundador da Rede Calderaro de Comunicação será homenageado com quadro a óleo de 1,60 m de altura feito por artista plástico. Obra será exposta no dia 10 de fevereiro e fará parte de livro



03/02/2018 às 16:37

Um dos maiores foliões do Amazonas, o jornalista Umberto Calderaro Filho (1927-1995), fundador da Rede Calderaro de Comunicação (RCC), será imortalizado em uma tela a óleo numa homenagem feita pelo povo do Carnaval de Educandos. A iniciativa é do artista plástico e radialista Erasmo Amazonas, 73, que é o autor da obra e organizador do Carnaval no bairro da Zona Sul. 

A imagem retratada pela obra é clássica e inspirada em uma foto tradicional onde Umberto Calderaro aparece sorridente segurando um paletó na mão direita e fazendo o sinal de “V” da vitória com a esquerda. A arte tem de 1m60 de altura por 1m20 de largura. 

“Esse quadro é o reconhecimento e uma manifestação de gratidão por tudo que o querido Calderaro representou para mim. Ele era uma espécie de padrinho, conselheiro e, sobretudo, um apoiador fantástico: foi com o apoio dele que eu me elegi o deputado estadual mais votado na capital e o terceiro no Estado em 1982. Homenageá-lo, pintando o seu retrato, é pra lembrar dessa pessoa a quem eu devo muito. O Calderaro era, além de dono de um império da comunicação, um carnavalesco fantástico. Na época em que ele era vivo, o Carnaval era o segundo melhor do País. Muito se deve a ele”, destaca Amazonas.

A ideia da tela veio em 1983, quando Erasmo criou a obra que sempre ficou, desde então, na sua casa, guardado com carinho. Neste ano ela foi retocada e vai ganhar os braços do povo, fazendo alusão ao slogan criado pelo próprio Calderaro que é “De Mãos Dadas com o Povo”. “Vamos abrir o Carnaval de Educandos no dia 10 e exibí-lo para o público neste dia”, comentou o artista plástico.

Ao final do Carnaval, o quadro voltará para o criador para ser finalizado e só será exposto ao público quando do lançamento de um livro sobre Manaus, que está sendo escrito pelo próprio Erasmo Amazonas, e sobre o Carnaval amazonense, que é uma obra a ser lançada pelo poeta e escritor Simão Pessoa.

“Ambos os livros serão lançados simultaneamente e vamos prestar uma segunda homenagem a Calderaro e doar o quadro à família do jornalista”, disse ele. Para Erasmo, a homenagem a Calderaro se justifica, também, pelo amor que o povo amazonense tem com o jornalista já falecido. “Umberto Calderaro foi um grande jornalista que veio lá de baixo e construiu um império da comunicação que é orgulho dos amazonenses”, ressalta o artista.

Em vida, o jornalista Umberto Calderaro teve outras significativas homenagens do mundo do samba. Uma das mais emocionantes ocorreu em fevereiro de 1995, quando ele desfilou em uma alegoria pela escola de samba Vitória Régia, que naquele ano teve como enredo “Hoje Quem Bota a Banca Sou Eu”, retratando a Rede Calderaro. Quatro meses depois, em junho daquele ano, ele foi alegrar outros foliões na passarela do outro lado da vida!

Folia completa 37 anos

Erasmo Amazonas destaca que o tradicional Carnaval de Educandos, que neste ano vai para a sua 37ª edição, é uma folia apartidária, apesar de contar com apoio dos órgãos de Cultura do Estado e Município. Mas, é claro que um evento que reúne milhares de foliões todos os anos também têm olhos especiais aos governantes.


Acima, o ex-governador Gilberto Mestrinho no Carnaval de Educandos de 1983: ele era frequentador assíduo da folia (Foto: Reprodução)

“Somos um Carnaval sem partido, do povo, mas sempre tivemos a presença dos caciques políticos do Estado do Amazonas como o atual governador Amazonino Mendes, o prefeito Artur Neto, o ex-governador já-falecido Gilberto Mestrinho, e outros”, enfatiza Amazonas.

Neste ano o Carnaval de Educandos traz o tema “Amarelinho, porta aberta para o mundo”. “Está tudo pronto para o Carnaval de Educandos, que será sem dúvida alguma uma das maiores manifestações populares e culturais da cidade. Convido a todo o Amazonas para participar desse evento que, esse ano, completa 37 anos de existência, consolidando-se, definitivamente, como uma das maiores e mais participativas tradições da cidade de Manaus”, explica ele.


Mestrinho, o atual governador Amazonino Mendes e Erasmo Amazonas, no Carnaval de Educandos em 1992 (Foto: Reprodução)

Para 2019, o organizador anuncia uma novidade: a folia da Cidade Alta voltará a ter, o slogan e a denominação “Galo de Educandos”, que foi utilizada pela última vez em 1988.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.