Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
REALIZADO

'Caminhamos juntos para a vitória', diz carnavalesco da Aparecida

Na avaliação de Saulo Borges, a tradicional escola foi impecável e cumpriu tudo o que planejou: 'a impressão era que o tempo nem passava'



WhatsApp_Image_2020-02-23_at_04.13.33_1DFE45AF-9735-45A9-81A5-678E59114EAC.jpeg (Foto: Jair Araújo)
23/02/2020 às 04:57

O carnavalesco Saulo Borges avaliou a apresentação da Aparecida como "impecável". Com o enredo 'Rituais', a escola foi a sexta a se apresentar no Desfile das Escolas de Samba 2020, já na madrugada deste domingo.

Na avaliação do carnavalesco, a Aparecida atravessou a avenida com tranquilidade diante do pleno funcionamento do desfile. "Cumprimos os nove quesitos com muita honra, magia, beleza e magnitude. A impressão que eu tive era que o tempo não passava, que o relógio estava parado, por que eu conseguia ver tudo funcionando perfeitamente. Foi uma grande emoção sentir que caminhamos todos juntos, desejando a vitória", comemorou ele. 



APRESENTAÇÃO

A sexta escola a atravessar a avenida do samba na madrugada de domingo (23), no Sambódromo de Manaus, na Zona Centro-Oeste, foi a Mocidade Independente de Aparecida, que pretende conquistar o tão sonhado 23° título com o enredo “Rituais”. A proposta foi levar todos a uma encantadora viagem e mostrar que por trás de todo ritual existe sacrifício e amor, assim como diz a letra que marcou o desfile. “É de arrepiar, Aparecida! Vou te levar comigo aonde for És a razão da Minha Vida Nessa avenida, um Ritual de Amor”.

O presidente da agremiação, Luiz Pacheco, falou sobre suas expectativas e garantiu que a Aparecida está pronta para levar o título de 2020. "Escolhemos esse tema por temos a consciência que precisamos sair de tantos temas batidos e é assim a Aparecida vem firme e forte com 24 alas, 3 tripés, 4 carros alegóricos, 15 componentes de comissão de frente e muitas novidades. Estamos prontos para mostrar o que é um espetáculo para o povo amazonense. Esse título é nosso", disse o presidente.

O carnavalesco Saulo Borges destacou que a agremiação tem um desfile poderoso. "É uma viagem, vamos levar todos que amam o Carnaval a conhecer os 5 continentes, culturas e religiões, uma viagem de 70 minutos”, contou.

A Aparecida propôs em enredo que o homem se volte à sua fé, a tudo que é purificador e que esteja ligado ao Deus que cada um acredita. A mensagem da escola é lembrar que o ser humano, com todas as maldades do mundo, necessita de fé, sabendo que o divino tem o poder de trazer esperança. De certa forma, quem se submete a um ritual, sai dele completamente transformado. Depois de uma espécie de sacrifício, nasce uma nova pessoa. É por meio de dos rituais que a Aparecida pede a bênção do título tão desejado.

Ao abrir o desfile, as alegorias representaram os primeiros povos e o primeiro carro a criação do mundo e a origem da humanidade, com todas as forças espirituais.  A Aparecida seguiu apresentando os demais rituais existentes no mundo e fechou o desfile com o carro que simboliza o maior ritual da cultura brasileira, que é o carnaval. 

A sensação de cada brincante e a emoção envolvida no desfile foi contagiante. O destaque central do carro abre alas Marcelo Dias contou sobre a emoção de representar a árvore ancestral dos cinco continentes . " É uma emoção entrar como o primeiro sopro de vida da humanidade, nosso enredo pensou em tudo para fazer uma grande desfile esse ano" 

A Escola de Samba Mocidade Independente da Aparecida finalizou o desfile aos gritos de " É campeã" e levou os foliões a se emocionarem. " É uma emoção sentir toda garra, força e o sentimento que toda comunidade trouxe para que o desfile fosse esse sucesso. Essa escola emana uma energia fora do comum e temos tudo para levar esse título" concluiu o segunda voz Bruno Silva

Repórter

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.