Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Especiais

Carnaval 2016: Banda da Difusora mantém tradição de 21 anos no Centro de Manaus

Devido obras, evento sai da avenida Eduardo Ribeiro, mas está confirmado para dia 30 entre as ruas 24 de Maio e Saldanha Marinho



1.jpg
Em seus 21 anos, a banda sempre levou multidões às ruas do Centro histórico
07/01/2016 às 20:13

Nem mesmo as obras que estão sendo realizadas na avenida Eduardo Ribeiro impedirão que a 21ª Banda da Difusora deixe de ser realizada no Centro histórico de Manaus. É o que garante a radialista e uma das criadoras da banda, Elieyde Menezes, confirmando que a folia vai acontecer entre as ruas 24 de Maio e Saldanha Marinho, a partir das 16h do próximo dia 30, Sábado Magro de Carnaval.

“O palco ficará localizado na 24 de Maio de frente para a avenida Eduardo Ribeiro”, destaca a comunicadora. Com o trecho em frente à rádio em obras, a organização do evento pensou até mesmo na possibilidade de transferir a festa para o Sambódromo, além, é claro, de outras ruas do Centro histórico, o que acabou acontecendo.

A Banda da Difusora é uma das manifestações carnavalescas mais populares de cidade, sempre levando grandes públicos e “rivalizando”, de forma sadia, com a Banda da Bica, que também será realizada no mesmo dia.

Segundo estimativa da organização, é provável que mais de 70 mil pessoas prestigiem essa 21ª edição. Já estão confirmadas as bandas Os Embaixadores, Marraquesh e Bateria Show da Mocidade Independente de Aparecida, atual campeã do Carnaval amazonense. “Na Banda da Difusora, para não surgir qualquer atrito ou ciúme entre as escolas de samba, nós decidimos que sempre é convidada para se apresentar a campeã do Carnaval anterior”, explica a comunicadora.

No rádio

O evento terá transmissão ao vivo pela Difusora AM e a participação de boa parte dos comunicadores da rádio, como os irmãos André e Daniel Anzoategui (filhos da conhecida radialista, já falecida, Fezinha Anzoategui), Orlando Câmara, Fred Lobão, Fabrício Nascimento e Raidi Rebelo - que será homenageado com uma placa após ter sido escolhido o melhor DJ de Flash Back do Brasil em concurso realizado há alguns meses.

“Nossa expectativa para a festa é a melhor possível todos os anos. Queremos sempre nos superar cada vez mais pois nos preocupamos com o folião. A Banda da Difusora tem caráter pacífico, e enfatizo que as pessoas vão lá para a Eduardo Ribeiro brincar o Carnaval em paz e sem objetivo de roubar ou matar ninguém. É alegria, e enfoca muito isso das pessoas unirem as suas turmas para brincar um Carnaval gostoso”, conta Elieyde Menezes.

A concepção da Banda da Difusora partiu da própria Elieyde Menezes, que após um período de férias no Rio de Janeiro, contou do projeto para o então advogado Franciomar Ramos Lima, filho de João Bosco Ramos de Lima e amigo pessoal da família. “Após minha estada no Rio de Janeiro ambos levamos a ideia para a Fezinha, que era uma pessoa visionária e ‘abraçou’ a iniciativa”, explica a radialista.

Em números

Ao todo, 420 policiais é o efetivo da PM para o dia 30, atuando nas bandas da Difusora e da Bica, segundo números fornecidos pela radialista Elieyde Menezes. “O aparato também vai ter 150 seguranças particulares, mais 30 pessoas atuando nos bares”, conta ela.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.