Publicidade
Carnaval
PROGRAMAÇÃO

Confira a ordem dos desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial de Manaus 2018

Veja os horários e o material especial com o tema de cada agremiação que o Portal A Crítica preparou para você ficar por dentro de tudo 10/02/2018 às 17:15 - Atualizado em 10/02/2018 às 18:28
Show desfile
Foto: Gilson Melo/Arquivo AC
acritica.com Manaus (AM)

O Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial do Carnaval de Manaus 2018 acontece neste sábado (10), a partir das 20h, no Centro de Convenções Sambódromo, na Zona Centro-Oeste da capital. E para você ficar por dentro de tudo que vai rolar, o Portal A Crítica preparou um material especial.

Além de acompanhar a cobertura dos desfiles no Portal A Crítica, você pode assistir à transmissão dos desfiles na TV A Críticano canal 4 ou pela NET no canal 14, além de ficar por dentro dos bastidores com a cobertura da Rádio FM O Dia 93,1 FM. Veja abaixo a ordem e o horário dos desfiles e o que cada escola vai apresentar como tema na avenida.

20h – Sem Compromisso

Iniciando a apresentação das oito grandes agremiações do Grupo Especial de Manaus, a Tucano do bairro Nova Cidade vai trazer o enredo “Dona Zuzu, a Pérola dos Orixás, convida: Ô Iaiá vem ver, Ô Iaiá vem cá / Vem Ver Moça Bonita no Arraial do Boulevard”. A escola homenageia Zuila Pereira Serra, de 87 anos, tradicional torcedora, costureira, baiana mais antiga da escola e um dos patrimônios do Carnaval amazonense.

O desfile com uma pegada afro será dividido em três momentos, contando a história do Boulevard e, dentro disso, homenageando a Dona Zuzu. Saiba mais

21h20 – Andanças de Ciganos

Segunda escola de samba mais antiga de Manaus, a Andanças de Ciganos, com 42 anos de fundação, traz para a passarela do Sambódromo o tema “Em Minhas Andanças Encontrei a Cachaça que Sempre Sonhei”, contando a história, como o próprio nome diz, da cachaça.

Com o tema, a agremiação vai abordar a prevenção no trânsito, o ‘se beber não dirija’ e falar da história da caipirinha, bebida genuinamente brasileira. Saiba mais

22h40 – Aparecida​

Trinta anos depois a Mocidade Independente de Aparecida, de forma ousada e impactante, vai reeditar um dos seus enredos mais históricos. Com “Os Maués – Origem Divina, Destino Humano – Trinta Anos Depois...”, a agremiação verde e branca ressuscita o clássico enredo e, também, o icônico samba-enredo de 1988.

Na releitura do famoso enredo, a Aparecida também vai procurar estender a temática “indígeno-turística”. Saiba Mais

0h – A Grande Família

No Carnaval 2018, A Grande Família, da Zona Leste, vai homenagear a Colômbia, alçando o país como a jóia mais preciosa do continente com o enredo “Colômbia – A Esmeralda das Américas”.

A escola vem com um gigantesco módulo da comissão de frente e três carros alegóricos. Para escapar da crise e decorar com o nível de A Grande Família, os artistas de alegoria recorreram à criatividade e a materiais como saco fibrado, tecidos com brilho na parte de acabamento e muita tinta para revestir os carros da escola de samba. Saiba mais

1h20 – Reino Unido da Liberdade​

Atual bicampeã entre as grandes do Carnaval amazonense, a escola de samba Reino Unido da Liberdade escolheu, como tema para este ano, o enredo “Ao Mestre com Carinho, na Escola da Vida eu Sou Professor”, homenageando os mestres tanto no contexto histórico quanto no dia a dia da própria agremiação.

A sala de aula será retratada na avenida de uma forma bem real, o que vem sendo guardado a sete chaves pela diretoria. Saiba mais

2h40 – Vitória Régia

 A querida Verde e Rosa da Praça 14 de Janeiro vai trazer o enredo “Advocacia – Dos Primórdios à OAB Nosso Direito de Sambar em Verde e Rosa”, contando a história da Ordem dos Advogados do Brasil até chegar ao Amazonas.

Desde a sua fundação, a Vitória Régia esteve presente em todos os desfiles desde 1976 e é a escola de samba mais antiga de Manaus, reforçando o título de berço do samba. Saiba mais

4h – Alvorada

“Purus - de Filhos Guerreiros, Lendas e Magias” é o enredo da Unidos do Alvorada para o desfile deste ano. A escola vem falando dos vários municípios que o rio Purus banha.

Sem revelar os segredos, artistas da Azul e Branco da Zona Centro-Oeste adiantaram que a comissão de frente e o carro abre-alas vêm com surpresas que vão impressionar o público. Saiba mais

5h20 – Vila da Barra​

A escola de samba Vila da Barra, que estreou no Grupo Especial de Manaus ano passado, vai encerrar a apresentação das grandes do Carnaval manauara.

Sediada na Compensa, a Vila vai defender o enredo sobre o “Grito”, em seus mais diferentes momentos - desde aquele dado na Independência do Brasil por Dom Pedro I (“Independência ou Morte!”) ao pela Amazônia, passando pelo dos Excluídos. O desfile tem tudo para ser um dos dramáticos já exibidos pela agremiação, com tom emocional em nível elevado dado o enredo. Saiba Mais

Publicidade
Publicidade