Sexta-feira, 23 de Agosto de 2019
BELEZA E ZIRIGUIDUM

Conheça as Rainhas de Bateria das escolas de samba do Grupo Especial de Manaus

Responsáveis por estar à frente do grupo de ritmistas das agremiações falam da responsabilidade de um dos postos mais concorridos e amados do Carnaval



leidykaron1_2363F36E-2168-44C8-8F67-47698949D154.JPG Leidy Karon vive um turbilhão de sentimentos quando desfila pela Aparecida (Foto: Junio Matos)
28/02/2019 às 02:21

Encantadoras, as rainhas de bateria das escolas de samba desempenham papel fundamental no desfile. Com graça, leveza e samba no pé, elas evoluem ao som de empolgados ritmistas, considerados os “soldados” de todas as agremiações carnavalescas. A poucos dias da apresentação, A Crítica conversou com as beldades para saber como está o coração prestes ao desfile no Sambódromo.

A caçulinha é a estudante Debora Cristina Rocha da Silva, de apenas 16 anos de idade recém-completos, que defende o posto na Unidos do Alvorada. “Vai ter surpresa na avenida. A torcida pode esperar que vou dar o meu melhor pela comunidade e com muito amor e carinho e vamos à luta pela vitória”, comentou.


Débora Silva tem 16 anos e é Rainha de Bateria da Unidos do Alvorada (Foto: Cleomir Santos/Divulgação)

Pelos lados do Morro da Liberdade, a bela estudante de web design Ellen Juliana, de 24 anos, fará sua estreia como Rainha de Bateria da Reino Unido. No entanto, ela é acostumada com o Carnaval desde os 6 anos de idade, quando desfilou pela 1ª vez na Vitória Régia, e depois por outras agremiações como Ipixuna, A Grande Família e a própria Reino, em 2011.


Ellen Juliana é a Rainha de Bateria da "Furiosa", faz sua estreia e tenta ser campeã com o Reino, que busca o tetra (Foto: Luciano Bittencourt)

“Pra mim é uma responsabilidade enorme desfilar pela Reino Unido porque é a escola tricampeã do Carnaval e ser rainha de bateria é o lugar desejado por várias meninas da comunidade. Estarei representando todas as mulheres que queriam estar lá”, disse ela, filha do conhecido historiador de Carnaval, compositor e escritor Daniel Sales.

Na Mocidade de Aparecida, a estonteante rainha de bateria Leidy Karon, 25, vai para o 2º ano no posto. “Temos uma mistura, um turbilhão de sentimentos. Me dou muito bem com os ritmistas. Se Deus quiser vai dar tudo certo e esperamos por mais um título”, conta a bela. 


Leidy Karon, Rainha de Bateria da Mocidade Independente de Aparecida: o setor é conhecido como "Universidade do Ritmo" (Foto: Junio Matos)

A Grande Família traz toda a formosura da esteticista Arleane Marques, 28, como Rainha de Bateria já há 3 anos. Para ela, “ser rainha vai muito além do posto, é humildade, tratar pessoas de igual pra igual, ser representatividade pra essas meninas que sonham em estar ali e buscam isso como ninguém”.


Arleane Marques sempre se destaca nos desfiles pela A Grande Família; a bateria é chamada de "Puro Sentimento" (Foto: Jander Robson)

Rainha do Carnaval de Manaus em 2016, a realeza da bateria da Andanças de Ciganos, Rayssa Santos, 21, desde 2015 ocupa o cargo na escola de samba da Cachoeirinha. E sempre encantando. “Meu posto é algo bastante importante; nós nos dedicamos, somos entrosados e  eu sou muito ligada à bateria, a todas as paradinhas e os toques. Sei, inclusive, tocar rocar e bumbo, agogô e estou aprendendo a caixinha e o tamborim”, conta Rayssa, que é modelo, faz o 3º período de Dança na UEA e é a atual 2ª Princesa do Peladão A Bordo.


Rayssa Santos já foi Rainha do Carnaval e desde 2015 é majestade na Andanças; ela está à frente dos ritmistas da "Vai ou Racha", como é conhecida a bateria (Foto: Sandro Pereira)

Maratona real viverá a estudante de Enfermagem Keise Rosa, 27, que vai se dividir em duas na avenida: ela é a rainha de bateria da Primos da Ilha e a Mulata de Ouro do Carnaval 2019, e vai desfilar na sua e nas demais sete escolas. “Estou muito feliz neste Carnaval. Minha expectativa é grande e positiva e quero mostrar toda a minha alegria e a luz do Carnaval”, decreta a Mulata de Ouro. 


Keise Rosa também é a Mulata de Ouro do Carnaval de Manaus neste ano; ela virá á frente da bateria Moleque Atrevido, da Primos da Ilha (Foto: Junio Matos)

A Vitória Régia informou que este ano não haverá a função de Rainha de Bateria.

Mamãe da Vila

A Rainha de Bateria Rilza Soares, 28, da Vila da Barra, é a superação em pessoa: foi mãe há menos de 1 mês de uma menina, e, em meio aos cuidados com a filha, se prepara para brilhar no desfile. “Pela escola, da minha parte somente gratidão, é muito bom se sentir valorizada”, disse ela.


Rilza Soares  se divide como mãe e Rainha de Bateria da Vila da Barra, a "Pegada da Onça" (Foto: Junio Matos)

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.