Publicidade
Carnaval
Especiais

Cunhãs-Porangas dos bumbás de Parintins entram em ritmo intenso dias antes do 50º Festival

Representando a mulher mais bela da tribo dentro do alto do boi, as guerreiras Cunhãs-Porangas estão em fase de preparo e concentração para disputa 23/06/2015 às 23:22
Show 1
A experiente Cunhã-Poranga do Caprichoso, Maria Azêdo ainda tem ansiedade antes de sua apresentação
Kelly Melo Parintins

Elas representam a índia guerreira, a mais bela e a mais sensual da tribo. E para dar show na Arena a partir desta sexta-feira (26), as Cunhãs-Porangas dos Bois-Bumbás Caprichoso e Garantido estão em um ritmo intenso de preparo e concentração. Enquanto de um lado o boi Azul conta com a experiência da veterana Maria Azêdo, do outro, o Vermelho aposta na ousadia e irreverência  da estreante no item 9, Verena Ferreira.

Para as duas, o momento é de ansiedade. Mesmo que esteja “acostumada” a defender o item, Azêdo conta que está preparada para a disputa e assume que a experiência adquirida em nove anos acaba trazendo uma responsabilidade a mais. “Não é porque sou veterana que não vou ficar ansiosa. A experiência acaba trazendo mais cobranças porque tenho que me superar. A resposabilidade é imensa”, confessa a guerreira do Caprichoso.

Ela afirmou que está fazendo trabalhos físicos específicos para garantir uma  evolução perfeita da Cunhã-Poranga. “Eu me preocupo muito com a técnica para fazer uma boa apresentação e é dificil controlar a emoção que toma conta da gente”, disse, fazendo segredo sobre sua performance. “O que posso dizer é que venho de muito alto. Foi um pedido meu, porque quanto mais alto, melhor”, destaca.


Verena Ferreira estreia como Cunhã no Garantido

Já Verena Ferreira, que defende o mesmo item no Garantido, conta que vai envolver a galera e os jurados com a sua apresentação cênica. Em um dos ensaios técnicos do bumbá, ela surgiu como uma arara vermelha, voando sobre o Curral do Boi da Baixa do São José, mas questionada sobre como será nas noites do Festival, Verena também fez mistério. “Ali foi improvisado. Mas posso dizer que o meu surgimento na arena vai ser lindo”, afirma a estreante.

A Cunhã-Poranga vermelha também ressalta que cada item tem a sua importância dentro do Bumbódromo e garante que está feliz por, a partir deste ano, defender um dos itens mais cobiçado pelas jovens. “Estou muito confiante porque o nosso trabalho está lindo. A meta é o tri”.

Publicidade
Publicidade