Publicidade
Carnaval
Novidades

Sem Compromisso vai abrir o desfile das escolas do Grupo Especial em Manaus

Uma escola será rebaixada para o Grupo A e sobe uma agremiação para o Especial, informou a comissão organizadora do Carnaval; Sem Compromisso vai iniciar o evento dia 10 de fevereiro, "abrindo alas" para as outras sete grandes da folia amazonense 11/01/2018 às 20:38
Show semcompromisso
A Sem Compromisso vai abrir o Carnaval este ano, dia 10 de fevereiro. Foto: Arquivo/AC
Paulo André Nunes Manaus (AM)

O desfile das escolas de samba deste ano do Grupo Especial de Manaus, marcado para o dia 10 de fevereiro, um sábado, no Sambódromo, será aberto pela agremiação Sem Compromisso. A tradicional amarela e preta, que traz como símbolo o tucano, dará o pontapé inicial de apresentação das oito grandes do Carnaval amazonense. A Sem Compromisso inicia seu desfile às 20h e termina às 21h10, ou seja, com tempo mínimo de 55 minutos e limite de 1h10 para se apresentar ao público.

A segunda escola a evoluir para os jurados será a Andanças de Ciganos, de 21h20 a 22h30, seguida da Mocidade Independente de Aparecida, que se apresenta de 22h40 a 23h50.

A quarta escola na pista de desfile será a A Grande Família, com início à meia-noite e término às 1h10. A atual campeã Reino Unido da Liberdade começa sua apresentação às 1h20 e tem encerramento previsto para 2h30. A agremiação Vitória Régia, que no próximo domingo faz aniversário junto com o bairro da Praça 14 de Janeiro, entra em cena às 2h40 e sai às 3h50. A sétima escola de samba a mostrar seu espetáculo será a Unidos do Alvorada, de 4h às 5h10, e a Vila da Barra, que estreou no Grupo Especial ano passado, encerra a noite das grandes do Carnaval amazonense entrando no Sambódromo às 5h20h e finalizando às 6h30.

Um dia antes do Grupo Especial, na sexta-feira, dia 9, também no Sambódromo, desfilam as escolas de samba dos grupos A, B e C.

Novidades

O Carnaval de Manaus traz novidades em relação ao ano passado. Uma delas é a a volta do acesso e descesso para o Grupo Especial: uma escola será rebaixada para o Grupo A e sobe uma agremiação para o Especial, informou Luiz Pacheco, membro da comissão organizadora do Carnaval. “Isto já está definido no regulamento aprovado entre as escolas de samba. Desce uma escola e sobe uma”, comentou o sambista.

Ao contrário de 2017, as oito escolas do Grupo Especial voltarão a realizar os seus ensaios técnicos e passagens de som na pista do Sambódromo. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado da Cultura (SEC) durante a semana, após o anúncio de liberação dos recursos para as agremiações. Até o momento quatro escolas vão ensaiam com seus componentes na terça, dia 6 de fevereiro, e outras quatro na quarta, dia 7, com a quinta, 8, sendo reservada para a passagem de som. A comissão de Carnaval, que também tem no comando o sambista Roberto Simonetti, informa quen está em constantes reuniões com os dirigentes das agremiações para definir demais detalhes do desfile, como o cronograma de saída de carros alegóricos dos galpões e do regulamento que já está 80% definido, destaca Pacheco.

Transmissão

A TV A Crítica vai transmitir com exclusividade o desfile do Grupo Especial de Manaus no dia 10 de fevereiro, ao vivo, direto do Sambódromo. O Carnaval  conta com cobertura de todos os veículos da Rede Calderaro de Comunicação (RCC), que mantém a tradição de apoiar a maior festa popular do Brasil.

Publicidade
Publicidade