Publicidade
Carnaval
Especiais

Devido a temporal, agremiação Caprichoso pedirá anulação da 1ª noite do 50° Festival

De acordo com o presidente do Caprichoso, Joilto Azêdo, toda a iluminação cênica ficou destruída, assim como algumas  alegorias que não puderam entrar na arena 27/06/2015 às 03:06
Show 1
Caprichoso em sua primeira noite no Festival de Parintins
Kelly Melo e Nathália Andrade Parintins (AM)

A Associação Folclórica Boi-Bumbá Caprichoso vai pedir anulação do julgamento dos 21 itens apresentados na primeira noite do 50° Festival de Paritins. Um temporal caiu na cidade durante a maioria do tempo do espetáculo do Caprichoso, na arena do Bumbódromo. A agremiação aguarda um parecer técnico do Corpo de Bombeiros para atestar os riscos e comprovar os prejuízos causados pela chuva.

De acordo com o presidente do Caprichoso, Joilto Azêdo, toda a iluminação cênica ficou destruída, assim como algumas  alegorias que não puderam entrar na arena. “Nós continuamos o espetáculo apenas em respeito ao público que permaneceu nas arquibancadas, nos apoiando”, ressaltou Azêdo.

Um dos membros do Conselho de Artes do Bumbá, Chico Cardoso, afirmou que a agremiação pode solicitar o cancelamento da contagem de pontos em casos como esse. “Infelizmente quando acontece uma chuva torrencial como essa, pelo regulamento, o espetáculo tem que ser interrompido. Basta que o Boi entre com esse pedido, mas para isso, precisamos do parecer técnico dos Bombeiros”.

O Corpo de Bombeiros informou que  iniciou uma vistoria técnica, imediatamente, pelo Bumbódromo e área externa para atestar os riscos à segurança dos brincantes.

Publicidade
Publicidade