Publicidade
Carnaval
Especiais

Dois mil servidores irão trabalhar na segurança do Festival de Parintins

Aproximadamente 2 mil servidores das forças de segurança estão em Parintins para garantir a paz e a tranquilidade a todos que prestigiam o Festival 26/06/2015 às 12:07
Show 1
Toda cidade será monitorada por mais de 20 câmeras de segurança instaladas em pontos estratégicos de Parintins
KELLY MELO ---

Segurança ao máximo. Essa é a palavra de comando para os mais de 2 mil servidores das Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e agentes do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) que desencadearam a “Operação Parintins 2015” nesta semana.

De acordo com o secretário adjunto executivo de Segurança  para Grandes Eventos, coronel Dan Câmara, aproximadamente 70 mil pessoas são aguardadas para o evento.

Para facilitar e diminuir o tempo de resposta em situações de emergências, a Secretaria também montou uma estrutura do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) no Bumbódromo.

Além da área, toda a cidade será monitorada por mais de 20 câmeras de segurança, que foram instaladas em pontos estratégicos como porto, aeroporto, praça da Catedral, Estádio Tupi Cantanhêde e em bares localizados na orla de Parintins.

“O CICC planeja e opera de forma integrada com os órgãos de segurança, em um mesmo ambiente,  porque diminui o tempo de resposta para atender ao cidadão em qualquer incidente”, explicou Dan Câmara.

O diretor do Departamento De Policiamento do Interior (DPI), delegado Carlos Augusto Monteiro, destacou que a Polícia Civil em parceria com a Polícia Militar e Marinha, vai intensificar as fiscalizações nas embarcações que estão vindo para Parintins.

Segundo ele, o combate ao tráfico de drogas, exploração sexual infantil e possíveis irregularidades como falta de documentação e equipamentos de segurança são os principais alvos. “Tanto os barcos que atracarem no Porto quanto os que estiverem a caminho vão ser fiscalizados. Vamos dar uma atenção especial à costa do município também, porque lá existe um porto clandestino”, afirmou o delegado.

Mais de 150 embarcações estão sendo esperadas até este sábado, conforme dados do Porto de Parintins. Além da Polícia Civil, outros 600 policiais militares das Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) da capital, do Comando de Policiamento Especializado (CPE) e do interior também foram empregados na operação. Segundo a Polícia Militar, a ideia é aumentar a sensação de segurança no município.

Policiais do Grupamento Aéreo (Graer) e Canil também estão  na cidade.

Ainda segundo Dan Câmara, as estratégias de segurança são as mesmas empregadas durante a Copa do Mundo de 2014.

Bombeiros

Mais de 140 Bombeiros Militares estão em Parintins desde o início da semana para atuarem dentro e fora do Bumbódromo no combate a sinistros, pré-atendimento hospitalar e salvamento em altura. Na última quarta-feira, eles realizaram um treinamento durante o ensaio técnico de um dos Bumbás.

Capacete

O Departamento Estadual do Trânsito do Amazonas (Detran-AM)  iniciou as blitzes de trânsito. De acordo com o diretor-presidente, Leonel Feitoza, a principal preocupação do órgão é o uso do capacete. “Geralmente as pessoas do interior têm o hábito de não usarem o equipamento, mas nos surpreendemos aqui. Vamos atuar orientando os motoristas para evitar acidentes”, destacou Feitoza.

Publicidade
Publicidade