Publicidade
Carnaval
TRADIÇÃO

Em sua 32ª edição, Banda da Bica arrasta multidão ao Centro de Manaus

Nem a chuva impediu que foliões fossem prestigiar o evento. Cerca de 40 mil pessoas devem passar pela avenida 10 de julho até as 23h 03/02/2018 às 17:23 - Atualizado em 03/02/2018 às 18:13
Show banda1
Banda chega a 32º edição reunindo milhares de foliões na tarde deste sábado (3) (Fotos: Márcio Silva)
Danilo Alves Manaus (AM)

Nem a chuva que ameaçou atingir a área central de Manaus durante a tarde deste sábado (3) espantou os foliões que foram prestigiar a 32ª edição da banda da bica, na área do largo São Sebastião, Centro de Manaus. Conforme a organização da festa, cerca de 40 mil foliões devem passar pela avenida 10 de Julho e prestigiar o evento.

Este ano o tema do evento foi “Amazonas meu circo de horrores, em um ano teve três governadores”, reforçando assim a tradição da banda, que é promovida pelo Bar do Amando, em abordar questões políticas durante a folia. 

Quem aproveitou para brincar com as fantasias foram os foliões, que vestiram a camisa e representaram com fantasias, vários personagens fictícios que iam desde branca de neve, até os da vida real como o ex-presidente Lula. 

A funcionária pública Elizabeth Fernandes, 48, foi fantasiada de policial e disse que ‘prenderia’ a todos que não curtissem a festa. Brincadeiras à parte, a ‘policial’ explicou que o protesto também pode ser feito em tom de diversão.

“Muito mais do que foliões, nos somos pessoas que vivem os outros dias da semana , passando dificuldades que infelizmente ocorrem pela falta de irresponsabilidade dos políticos, por isso, rindo ou chorando, não se deve parar de falar sobre corrupção”.

Já Rita Mara, 48, é funcionária pública e há quatro anos fez uma redução de estômago. Esse é o primeiro ano de carnaval após a recuperação.  “Carnaval é celebrar a felicidade e com tantas coisas boas acontecendo na minha vida, nada melhor do que comemorar isso dançando uma boa marchinha”, disse.

O Carnaval da Bica conta com shows da bateria da Escola de Samba Reino Unido da Liberdade, Cauxi Eletrizado, Banda Couro Velho, Banda do Adalto e a Orquestra de Frevo Galo de Manaus. A festa deve seguir até às 23h.

Para Ana Cláudia Soeiro, proprietária do bato do Armando, é mais um ano de sucesso e reconhecimento do Carnaval como patrimônio cultural regional. “Manaus respira o carnaval. Nós esperamos que as pessoas tenham ficado satisfeitas com a nossa festa. É tudo pensado com carinho. O objetivo principal é levar a alegria e acredito que essa missão foi cumprida por mais um ano”, disse.

Publicidade
Publicidade