Publicidade
Carnaval
Especiais

Escola de samba Primos da Ilha retrata o universo da mulher

Campeã do grupo de acesso do ano passado terá a grande responsabilidade de abrir o desfile do Grupo Especial do Carnaval de Manaus em 2016 05/02/2016 às 19:12
Show 1
Campeã do grupo de acesso em 2015, a ‘Primos da Ilha’ entra na avenida com um único objetivo: se manter entre as ‘grandes’
Paulo André Nunes Manaus (AM)

CONFIRA A GALERIA DE IMAGENS

O universo sensível e guerreiro da mulher, em todos os seus aspectos, é o tema central do desfile da Grêmio Recreativo Carnavalesco Primos da Ilha para este Carnaval 2016. No enredo “Sou Berço da Vida, Fonte de Inspiração, Guerreira, Sou Ilha, Sou Mulher!”, a escola de samba, que abre o desfile do Grupo Especial no próximo sábado - e foi campeã do grupo de acesso no ano passado - contará na avenida do samba as lutas e conquistas femininas, exaltando cada mulher e as reconhecendo pelo esforço em favor da igualdade, preservação e ampliação de suas conquistas.

E, por ironia do destino, no ano em que homenageia a figura feminina, a agremiação é dirigida justamente por uma mulher: a psicóloga Nelma Medeiros, 34, a única presidenta de escola de samba do Grupo Especial neste Carnaval amazonense.

Ela é responsável por comandar todo um aparato de trabalhadores visando a confecção de alegorias no barracão da “Morada do Samba” (ao lado do Sambódromo) e em ateliês como o existente na quadra da agremiação, localizada na rua Gaudêncio Ramos, em São Francisco, na Zona Sul.

A Primos da Ilha vai desfilar com cerca de 2.400 componentes distribuídos nas 14 alas do enredo feminino. Sem rodeios, Nelma Medeiros confirma que sua escola de samba vai lutar para permanecer entre as grandes do Carnaval amazonense.

“Vamos levar a escola para um bom Carnaval e fazer com que a Primos da Ilha permaneça no grupo Especial. Vamos compactos e organizados com 80 componentes em cada uma das 14 alas do enredo. Se eu ficar em antepenúltima ou penúltima colocação, vai ter festa na minha quadra. E vai ser festa de campeão. Nossa campanha na Internet é #VencerDeUma”, comenta a sorridente dirigente, que sai do trabalho de psicóloga às 14h e fica no barracão da escola até 22h ou 23h.

Nas veias

Nelma é filha do já falecido sambista Nelson Medeiros, fundador da Primos da Ilha e esposo de Graça Medeiros. Ela nasceu na escola de samba, mas está de forma efetiva e concreta no dia a dia do grêmio recreativo há 25 anos. “Eu nasci em fevereiro, e minha mãe diz que não sabia se eu queria ir para a maternidade ou para o galpão da Vitória Régia”, lembra ela.

Ela já passou por vários setores até chegar ao posto máximo da azul e branca do São Francisco, começando desde a confecção de fantasias, porta-bandeira mirim, segunda e principal, até chegar a ser diretora de harmonia, destaque de carro-alegórico e, enfim, presidente da escola.

“Nosso saudoso pai, fundador da escola, me disse que, para saber mandar, é preciso saber fazer. E ele fez questão que todas as pessoas da família tivessem conhecimento de todos os setores da escola. Meu irmão, Werly Medeiros, é diretor de Carnaval e estamos aqui presidindo a Primos da Ilha há quase 10 anos após o falecimento do nosso pai e seguindo essa história bonita da família Medeiros. E a diretora de harmonia é a Fernanda Medeiros, minha prima”, destaca, sobre o comando familiar do grêmio recreativo. Seu pai foi presidente da escola por 15 anos – sua mãe atua de forma indireta como torcedora e contribuindo para o Carnaval.

Apesar da crise

E como driblar a crise que provocou até o limite de dois carros alegóricos neste Carnaval? Nelma Medeiros diz que a solução foi caseira: “Estamos contando com o incentivo e apoio da comunidade, mas quanto a custos, estamos buscando com pessoas próximas da escola que já estavam contribuindo anteriormente. É a questão da credibilidade no mercado. A Primos da Ilha sempre honrou com seus pagamentos e, graças a Deus, temos amigos no mercado, no comércio de Manaus, que estão nos proporcionando os nossos materiais até a saída dos nossos recursos”.

Homenagem

Ser presidente de uma escola de samba que justamente homenageia as mulheres é um motivo de bastante alegria para Nelma Medeiros.

“Olha que bacana: no ano em que eu sou presidente, homenageio uma mulher. Isso só me engrandece, poder contar a luta e a história de toda mulher que ocupa cargos importantes na sociedade, e por que não ocupar, também, o cargo de presidência de uma escola. Estou feliz por poder, de alguma forma, contribuir com a minha gestão e espero que eu possa trazer bons resultados”.

Mas Nelma lembra que uma gestão não se faz sozinha. “Graças a Deus tenho uma equipe muito coesa e participativa. E tendo amigos facilita muito. Há uma compreensão tanto da diretoria quanto da presidência para organizar e planejar escola. A escola tem uma estrutura muito boa. Então, administrá-la não é tão difícil. Só é questão de ter bom senso e sensibilidade”, lembra, citando características que não costumam faltar entre “elas”.

Ficha técnica

Nome: Primos da Ilha

Fundação: 21.03.1990

Enredo: Sou berço da vida, fonte de inspiração, guerreira, sou Ilha, sou mulher!

Carnavalesco: Carlos José, Dorival Ramos, Algles Ferreira, Emanuel Nascimento

Alas: 12 + baianas

Componentes: 2.000

Publicidade
Publicidade