Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
APOIO

Escolas de Samba vão receber verba de R$ 1.7 milhão para desfile do Carnaval de Manaus

Governo do Amazonas e Prefeitura vão pagar, cada um, metade do valor total. Doze agremiações serão atendidas com os repasses



show_CARNA.JPG Foto: Divulgação

Doze escolas de samba vão receber do Governo do Estado e da Prefeitura, ao todo, R$ 1.715.028,00 para o desfile do Carnaval de Manaus 2018. O executivo estadual confirmou, nessa terça-feira (30), que vai repassar metade do valor para as agremiações. Já o municipal deve liberar o valor nesta quarta-feira (31). As informações foram divulgadas pelas secretarias de Comunicação das duas administrações.

Para definir as escolas beneficiadas, o Governo se baseou em uma seleção realizada pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), por meio do Edital de Chamamento Público Nº 10/2017. O Certame foi organizado para a Prefeitura definir quais agremiações carnavalescas receberiam apoio financeiro do Município este ano.

A Manauscult previa o apoio financeiro a até 26 escolas de samba dos Grupos de Acesso e Grupo Especial. Porém, das 22 propostas apresentadas, dez foram eliminadas por deixarem de atender a itens obrigatórios do edital.

Neste ano, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), e a Manauscult vão entregar, cada um, R$ 99.582,00 para as escolas do Grupo Especial que foram contempladas. Para as do Grupo de Acesso A o valor será de R$ 60.856,00, enquanto para o Grupo de Acesso B o repasse é de R$ 38.727,00. No Grupo de Acesso C, a escola recebe R$ 16.597,00.

As escolas contempladas com os recursos são: Mocidade Independente de Aparecida, Vila da Barra, Reino Unido da Liberdade, Andanças de Ciganos e Vitória Régia, do Grupo Especial; Primos da Ilha, Unidos da Cidade Nova, Acadêmicos da Cidade Alta, Dragões do Império e Beija-Flor do Norte, do Grupo de Acesso A; Mocidade do Coroado, do Grupo de Acesso B; e Legião dos Bambas, do grupo de acesso C.

Protesto e reunião

Dirigentes e membros das escolas de samba do Grupo Especial de Manaus anunciaram que fariam uma manifestação nessa terça-feira, em frente aos barracões das agremiações, na avenida do samba “Luizinho Sá”, ao lado do Sambódromo, na Zona Centro-Oeste.

Os motivos do protesto seriam a ausência do repasse financeiro e outras reivindicações acordadas com a SEC e que não foram cumpridas, segundo os dirigentes.

Durante a tarde, o secretário de Cultura, Denilson Novo, em reunião com representantes das escolas de samba dos grupos de Acesso e Especial, confirmou o repasse do Governo do Amazonas para as 12 agremiações.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.