Publicidade
Carnaval
A PARTIR DAS 20H

Escolas de Manaus fazem ensaios técnicos nesta quarta e quinta no Sambódromo

É neste momento que as agremiações testam o tempo de apresentação, harmonia, evolução de todos os setores da agremiação, além da sonorização, entre outros fatores; quatro escolas ensaiam na 4ª feira e outras 4 na quinta 18/02/2019 às 19:42 - Atualizado em 18/02/2019 às 19:43
Show ensaiostecnicos 005bd1ed 13a3 49c3 8957 faec42c20506
Os ensaios técnicos são fundamentais para as escolas de samba realizarem seus ajustes pré-desfiles / Arquivo/AC-17-02-2009
Paulo André Nunes Manaus (AM)

O Centro de Convenções (Sambódromo) vai receber na próxima quarta (20) e quinta-feira (21) o esperado ensaio técnico das oito escolas de samba do Grupo Especial de Manaus.

Cada agremiação terá o tempo de 1 hora para fazer seus ajustes e a ordem de ensaios segue a mesma programação de apresentação das agremiações que desfilam no dia 2 de março, um sábado, no próprio Centro de Convenções Professor Gilberto Mestrinho, o nome oficial do local.

É nos ensaios técnicos que as escolas testam fatores o tempo de apresentação, harmonia, evolução de todos os setores da agremiação, além da sonorização, entre outros fatores.

Na quarta-feira, a primeira escola a pisar no Sambódromo será a Primos da Ilha, a partir de 20h. A seguir, ensaiam a Andanças de Ciganos, Vitória Régia e encerrando com a Vila da Barra.

Na quinta-feira, também a partir de 20h, pela ordem é a vez de ensaiarem as agremiações Reino Unido da Liberdade, Unidos do Alvorada, A Grande Família e Mocidade Independente de Aparecida.

É esperado um grande público por parte da Comissão Executiva das Escolas de Samba de Manaus (Ceesma), que organiza o desfile oficial.

Para membros das agremiações, o ensaio é um dos momentos mais importantes antes da apresentação oficial. “Sem dúvida esses ensaios técnicos são uma das partes mais importantes da preparação para o dia do desfile, onde treinamos o mesmo tempo de apresentação e no qual a harmonia prepara toda  a escola do começo ao fim do que vai acontecer no grande dia”, contou Rivaldo Pereira, diretor de Carnaval da Vitória Régia, que este ano homenageia os 70 anos de A Crítica e relembra o fundador da Rede Calderaro, o jornalista Umberto Calderaro. Pereira anuncia uma surpresa para amanhã, dia do ensaio da agremiação: “O nosso intérprete oficial, Auzier, vai cantar o samba-enredo à capela para a galera cantar e aprender o samba”.

De acordo com Clemilton Pinto, diretor de harmonia da Reino Unido, o ensaio técnico é extremamente importante “para afinar os detalhes que vamos levar para o Sambódromo, fazendo várias simulações de módulos de jurados colocando nossos setores que disputam pontos para evoluírem”.

Não houve ensaios técnicos em 2017

Em 2017 as escolas de samba de Manaus foram proibidas de realizar seus ensaios, de acordo com o Governo do Estado à época, devido à crise financeira. Já ano passado o ensaio foi realizado normalmente para a alegria do povo do samba no Centro de Convenções.

Publicidade
Publicidade