Publicidade
Carnaval
Especiais

Escolas de samba vão fazer ensaios técnicos no Sambódromo na próxima semana

Agremiações farão ajustes finais na terça (2) e quarta-feira (3) da semana que vem, sempre às 20h, no Centro de Convenções 28/01/2016 às 20:32
Show 1
Mestre Sala e Porta-Bandeira da escola de samba Primos da Ilha, que é a primeira a desfilar no dia 6 pelo Grupo Especial, mas que antes faz seu ensaio técnico na quarta-feira, às 20h
Paulo André Nunes Manaus (AM)

Em ritmo acelerado para deixar tudo pronto visando ao grande desfile do próximo dia 6 de fevereiro, as escolas de samba do Grupo Especial fazem, na próxima terça (2) e quarta-feira (3), os últimos ajustes para deixar tudo nos mínimos detalhes. Na próxima semana, as agremiações realizam seus importantes ensaios técnicos na própria passarela do samba: o Centro de Convenções de Manaus, popular Sambódromo.

Em ambos os dias os ensaios iniciam às 20h e cada escola tem o tempo máximo de 1h para ensaiar – no desfile oficial a cronometragem estipulada determina que as agremiações têm o mínimo de 60 minutos e o máximo de 75 minutos para desfilar, sob pena de perda de pontos.

Na terça-feira, dia 2, os ensaios técnicos começam com a Mocidade Independente de Aparecida, atual campeã do Carnaval amazonense, que traz para a avenida o tema “A Soberana encontra a Majestade e, nesta passarela, ‘Eu nunca vi coisa mais bela’”.

 Em seguida, com o tema “O pão nosso de cada dia, que o diabo amassou e Deus consagrou”, quem ensaia às 21h é a Sem Compromisso. Às 22h , entra em cena a Unidos do Alvorada com “Rei Arthur, o Legado de uma Lenda”, e às 23h ensaia a Reino Unido da Liberdade, que na passarela vai acertar os detalhes com “Na arte de se comunicar vem meu Reino encantar”.

Quarta-feira

No dia seguinte, quarta-feira, 3, a primeira agremiação a ensaiar será a Primos da Ilha, campeã do grupo de acesso do ano passado e que vai desenvolver o enredo “Sou Berço da Vida, Fonte de Inspiração, Guerreira, Sou Ilha, Sou Mulher!”. Às 21h, a A Grande Família é a segunda da noite a realizar seu ensaio técnico sob o tema “Paz no Trânsito” (reeditando o enredo de 2006). A verde e rosa Vitória Régia ensaia às 22h para acertar os últimos ajustes do enredo infantil “A Terra do Nunca é Verde e Rosa”. Às 23h, a Andanças de Ciganos traz o colorido tema “A perfeição das cores sob o olhar pitoresco do imaginário”.

Sincronia

Enquanto as escolas de samba se apresentam no desfile oficial do Grupo de Acesso com um número estimado de brincantes variando entre 3.500 a 4.500 pessoas, os ensaios no Sambódromo recebem aproximadamente 2 mil componentes.

Eles são divididos entre alas tradicionais como bateria, sincronizadas, baianas, da comunidade, e simulando cordões sincronizados. É comum as agremiações levaram carros motorizados para simular as tradicionais alegorias.

Importância

De acordo com o mestre de bateria e conselheiro da Vitória Régia, Didi Redman, os ensaios técnicos no Sambódromo são equivalentes aos desfiles oficiais, sendo que neles é importante ajustar a cronometragem, bem como consertar algumas partes dos defeitos da escola e tirar dúvidas em relação a aspectos como as coreografias.

“Esse ensaios técnicos servem para sincronizar a escola visando sair tudo perfeito na hora do desfile”, comentou o experiente sambista da verde e rosa da Praça 14 de Janeiro.

Ensaios Técnicos

Terça-feira

20h – Aparecida

21h – Sem Compromisso

22h – Unidos do Alvorada

23h - Reino Unido

Quarta-feira

20h – Primos da Ilha

21h – A Grande Família

22h – Vitória Régia

23h – Andanças de Ciganos 

Publicidade
Publicidade