Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019
TRABALHO E DIVERSÃO

Garis da Alegria fazem o Carnaval da limpeza e do bom humor no Sambódromo

Os profissionais se empenham para fazer bonito durante a passagem da "ala laranja", com samba no pé e eficiência no trabalho



25/02/2017 às 22:07

Ao fim do desfile de cada escola de samba, é possível ver uma sutil comissão de frente adentrando a avenida. Todos os membros dela estão trajando vestes laranjas e com o rosto pintado de branco, amarelo e vermelho, com traços que lembram o de um palhaço. Tratam-se dos chamados "Garis da Alegria", que fazem a limpeza da avenida para que a próxima escola possa entrar.                        

De acordo com o subsecretário municipal de limpeza, José Rebouças, os profissionais da ala laranja são os que fazem a limpeza do local no Carnaval. "Eles trazem alegria para o povo e conscientização sobre a limpeza. As pinturas no rosto são feitas por eles mesmos e a secretária dá um apoio financeiro para a compra das tintas e dos adereços de Carnaval", pontua ele.                        



O mais curioso é ver sobre o quanto os profissionais se empenham para fazer bonito durante a passagem dá limpeza. Logo após a comissão de frente de garis, um casal de profissionais da limpeza entra em cena. O homem traz na mão um pandeiro e vem tocando; enquanto que a figura feminina traz uma vassoura, simulando a imagem de uma porta bandeira.                        

O gari André Lima destaca que a iniciativa acontece há 11 anos, e que há seis ganhou uma repaginada com a inserção das pinturas de palhaço e adereços de Carnaval. Tudo, porém, é minuciosamente planejado. "Nós ensaiamos antes de entrar" destaca ele, lembrando que consciência e folia podem sim andar de mãos dadas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.