Publicidade
Carnaval
Especiais

Inovando com cornetas e trompetes na bateria, Unidos do Alvorada homenageou Rei Arthur

Comissão de frente da Unidos do Alvorada abriu o desfile levando o público até o passado, com uma coreografia com os cavaleiros da Távola Redonda 07/02/2016 às 00:15
Show 1
Unidos do Alvorada inicia desfile no Sambódromo
Oswaldo Neto Manaus (AM)

CONFIRA IMAGENS

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos do Alvorada levou para o sambódromo na noite deste sábado (6) a garra do Rei Arthur. A escola foi a terceira a desfilar na avenida e se apresentou sem maiores problemas por 68 minutos.

A comissão de frente da Unidos do Alvorada abriu o desfile levando o público até o passado, com uma coreografia conduzida pelo Rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda. Por meio de um mecanismo metálico, os bailarinos davam forma a uma mesa redonda. A torcida da agremiação, "Arrocha Alvorada", lotou a arquibancada E e cantou o enredo durante todo o desfile.

No primeiro carro alegórico, a Alvorada trouxe para o sambódromo o grandioso Castelo de Avalon e a pedra onde ficou presa a espada Excalibur. Com muito azul, branco e prata, o carro da escola - a mais jovem do Grupo Especial - impressionou os jurados na avenida.

CONFIRA IMAGENS

No segundo carro e último carro, a escola homenageou o ex-político Arthur Virgílio Filho.

Por meio de várias alas, a Alvorada homenageou outros Arthur como Zizo (Arthur Coimbra), Arthur Zanetti e o jornalista Arthur Guimarães.

Na bateria da Alvorada, ritmistas inovaram utilizando cornetas e trompetes aliados a cornetas e trompetes aliados aos instrumentos de percussão.

Segundo a Comissão Executiva das Escolas de Samba de Manaus (Ceesma), a escola fechou o desfile com 68 minutos.

Publicidade
Publicidade