Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
Especiais

Lar das Marias comemora o Dia das Mães em meio à emoção da luta contra o câncer

Na ativa há oito anos, projeto local atende mulheres que vêm a Manaus realizar tratamentos, principalmente no FCecon, uma das referências na oncologia da Região Norte. Amor, suor e dedicação marcam a trajetória do projeto e de quem o comanda diariamente



1.jpg Maria Luiza Soares (de rosa, ao centro) é a vice-presidente do Lar das Marias
09/05/2015 às 19:44

"Não há como expressar a importância da minha mãe na minha vida. A admiração que tenho por ela é a mesma que eu desejo que meus filhos tenham pela mãe deles". A declaração repleta de emoção é do consultor de empresas Ribamar de Souza Junior, 49. Mas ele não é o único filho de Maria Luíza Soares, 70, vice-presidente do Lar das Marias, instituição que presta apoio a mulheres que vêm do interior e de lugares de difícil acesso da capital, para fazer tratamento na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (Fcecon). Além de Ribamar, a professora aposentada tem mais três filhos homens, mas também muitas mulheres a quem ela dedica hoje a vida, como uma forma de amparo.

Maria começou esta caminhada ao lado do marido, o industriário José Ribamar Gomes de Souza, que fazia tratamento contra um câncer no pulmão com a dra. Adelaide Machado. A médica compartilhou com o casal que se preocupava em ver que muitas mulheres que vinham para a capital fazer o tratamento, não tinham onde morar e por isso acabavam desistindo do tratamento e voltavam para morrer no interior.

Assim os três uniram forças, o marido de Maria ajudou a levantar a casa, mas depois de cinco anos de tratamento não conseguiu vencer o câncer e faleceu, não antes de ajudar no ponta-pé inicial no projeto que existe há oito anos.

Desta forma, a iniciativa atende 35 mulheres, entre pacientes e acompanhantes - que também moram na casa, mantida pela solidariedade das pessoas e também de um convênio com o Governo do Amazonas, que proporciona o pagamento dos técnicos. Já o sustento básico, como alimentação e material de cama, mesa e banho, é feito através dos eventos que são realizados, como bazares, feijoadas, entre outros.

Cerca de dez voluntários estão todos os dias na casa, que ministram aulas de artesanato, para que a paciente não fique ociosa e quando volte para o interior tenha uma fonte de renda.

 “O maior desafio para manter o Lar das Marias funcionando é o atendimento da saúde no Estado, porque demora muito sair os  resultados, e isso me deixa muito aflita, pois o câncer é uma doença que avança diariamente, e quando mais demorado o diagnóstico e o começo do tratamento mais a doença avança, e por vezes termina no insucesso”.  Lamenta Maria Luíza.

Dentre as várias mulheres que estão na casa, está a Maria das Dores, 73, que é  mãe e acompanhante de Rosélia dos Santos, 43, que está fazendo tratamento contra um  câncer no colo do útero,  elas vieram de Carauari , município que fica na região sudoeste do Amazonas, 786,91 km de distancia de Manaus. Elas recebem o apoio do lar desde 2001.

Ela se diz muito agradecida pelo apoio que Maria Luiza presta às famílias. Segundo Das Dores, ser vice-presidente do lar é mais do que um título: a idealizadora do projeto é uma mãe, que cuida, auxilia, dá transporte e não deixe que nada falte. “Se não fosse isso, a gente não teria onde ficar, então sou muito agradecida por tudo que ela tem feito por mim e pela minha filha, e  Deus é quem pode recompensá-la”.

Na semana do Dia das Mães, as mulheres ficam mais saudosas, mas permanecem fortes, pois a luta é para permanecer mais tempo ao lado dos filhos.

“Amor de mãe é inexplicável, não dá para medir, ele está além do impossível. Não existe cansaço, fome, ou males que impeça uma mãe de exercer seu papel. É uma força uma energia. Durante esses quarenta e poucos anos, eu vi uma mulher guerreira que trabalhava 3 horários para ajudar o meu pai a dar uma vida digna aos filhos, e agora ela faz isso por essas mulheres, e nós estamos juntos nesse propósito. Por isso minha mãe Maria Luiza Soares, merece todo respeito e admiração", disse Ribamar de Souza Junior.

Mãe é saúde, é só está perto para que o filho se sinta bem, e, segundo Maria Luíza,  o objetivo do Lar das Marias é dar esse amparo para estas mulheres que estão em tratamento. Ser uma verdadeira mãe para as mães.

Receba Novidades


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.