Publicidade
Carnaval
Especiais

Lotado, último ensaio técnico do Caprichoso no bumbódromo foi marcado pela emoção

Itens encantaram a galera azulada ao som de toadas recentes e antológicas. Ensaio serviu também para finalizar marcações e testar som e iluminação 25/06/2015 às 10:20
Show 1
Caprichoso faz último ensaio técnico no bumbódromo
Nathália Andrade Manaus (AM)

CONFIRA GALERIA DE IMAGENS

Ao som da toada "Sensibilidade", do compositor Adriano Aguiar, o Boi Caprichoso deu início ao último ensaio técnico antes das três noites de apresentações no 50º Festival Folclórico de Parintins. A nação azul e branca lotou as arquibancadas para conferir a preparação dos itens individuais e coletivos, que ajustaram os últimos detalhes antes do início do espetáculo "Amazônia", tema que será desenvolvido pelo azul em 2015.    

A primeira tribo coreografada evoluiu com a toada "Tribos Brasil" e empolgou os torcedores ao executar a coreografia sem falhas. Em seguida foi a vez da Porta-Estandarte Jessica Tavares levantar a arquibancada com sua apresentação. "A nação está confiando muito nela. A 'Pequena Notável', como está sendo chamada, é uma parintinense 'arretada' que esperamos que arrebente no festival", disse a vendedora Cláudia Lopes, moradora do bairro Francesa, tradicional reduto azul.

A execução de mais uma coreografia tribal precedeu a apresentação da Cunhã Poranga Maria Azêdo, a índia mais bela da tribo. A vaqueirada dançou e mostrou que também está preparada para o Festival.


A aparição da Sinhazinha da Fazenda, Karyne Medeiros, que defende o item pelo segundo ano, arrancou aplausos da galera. Mas quem surpreendeu mesmo foi a Rainha do Folclore Brena Dianná, ao inovar exibindo passos de diversas danças folclóricas do Brasil, na coreografia elaborada pelo pernambucano Felipe Camelo. "Aproveitei o início da coreografia que ela já tinha e trabalhei explorando melhor o restante da toada. Ela executa passos da maioria das danças citadas na música e também outros que não são falados, porque o Brasil é muito rico culturalmente e exploramos isso na coreografia", ressaltou Felipe Camelo.

Ovacionada pela galera, Brena atribui o resultado positivo à parceria de sucesso entre ela e o coreógrafo. "As palavras que definem isso são 'Rainha do Folclore', que é meu item. Todos os ritmos que eu apresentei aqui foram folclóricos. Então eu não fiz da minha cabeça, foi baseado em estudos e eu, como sempre quero renovar o meu item, me entreguei 100% nesse novo desafio. Esse trabalho está sendo uma vontade só, minha e do Felipe, em busca da vitória. Isso nos uniu e eu espero ir tão bem nas três noites quanto fui no ensaio", 

A toada "Legião" embalou a tribo coreografada mais aplaudida da noite, onde o coreógrafo Erick Beltrão utilizou varas de bambu para compor o espetáculo. O pajé Waldir Santana foi o responsável por encerar a noite, acompanhado pelas tribos do Caprichoso, com uma evolução reverenciada pela galera.

Publicidade
Publicidade