Terça-feira, 20 de Agosto de 2019
PRIMOS DA ILHA

Primos da Ilha traz combate ao preconceito nas mais diversas formas no Carnaval 2019

Agremiação, que vem do grupo de acesso, tem enredo “Não queremos aceitação, queremos respeito! Se quer falar de cura, cure o seu preconceito!”, num clamor contra a homofobia e a discriminação



primos2019_A3068E71-F29A-480C-A5BA-9E7766C92C5A.JPG Costureira finaliza detalhes de fantasia da escola de samba Primos da Ilha, que neste ano virá com 17 alas e 2.3 mil componentes / Foto: Euzivaldo Queiroz
17/02/2019 às 14:06

Campeã do Grupo de Acesso em 2018, a Primos da Ilha está de volta ao Grupo Especial com um enredo que promete dar o que falar e sambar: “Não queremos aceitação, queremos respeito! Se quer falar de cura, cure o seu preconceito!”, num clamor contra a homofobia e a discriminação em suas mais diferentes formas.

Segundo o presidente de honra e diretor de Carnaval, Werly Medeiros, o tema será retratado na avenida de uma forma que não agrida ninguém. “A Primos da Ilha não quer ofender ninguém, mas mostrar a realidade de uma sociedade que é discriminatória e preconceituosa com o povo LGBT, negros, onde há intolerância religiosa, e com os deficientes físicos. E conosco, que somos escola que sofremos preconceito por vir do grupo de acesso”, comentou o dirigente.

A Primos da Ilha informou ter feito parcerias com ONGs dos mais diversos segmentos contra o preconceito que estarão inseridos no desfile. “Quem é de matriz africana, grupos LGBT e demais segmentos estarão representados no nosso Carnaval”, pontuou o dirigente. 

Um grande exemplo, na prática, do enredo da azul e branco da Zona Sul, é  que a agremiação traz em suas fileiras a Mulata de Ouro Keise Rosa, que é casada em união estável  com Neida Correia, instrutora de auto-escola e membro da harmonia da escola de samba.

A escola virá com três carros alegóricos, 17 alas, três casais de mestres-salas e porta-bandeiras, bateria com 200 ritmistas, comissão de frente e dois módulos alegóricos distribuídos em três setores.

A aposta em alas sincronizadas, um dos setores que ajudaram a Primos a conquistar dois campeonatos nos grupos de acesso, devem vir com força total neste ano, só que de forma aperfeiçoada, com alegorias teatralizadas  de forma cômica, trágica e alegre no carro abre-alas, que prometem surpreender. “O show da Primos da Ilha começa às 20h. Venham nos prestigiar, se divertir e fazer parte desse show”, convidou Werly.

Ficha técnica

Escola: Primos da Ilha
Enredo: “Não queremos aceitação, queremos respeito! Se quer falar de cura, cure o seu preconceito!”
Fundação: 21 de março de 1990
Componentes: 2.300
Entrada na avenida: 20h

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.