Publicidade
Carnaval
Desenvolvimento

‘Purus - De Filhos Guerreiros,Magias E Lendas' é o tema da Unidos do Alvorada

História da região amazônica do Purus será desenvolvida na arena pela agremiação, a penúltima a adentrar na pista do Sambódromo, já a partir das 4h já do Domingo Gordo de Carnaval 09/02/2018 às 15:27 - Atualizado em 09/02/2018 às 20:05
Show alvorada20181
A natureza é um dos assuntos a ser tratados nos carros alegóricos da Unidos da Alvorada com o tema do Purus / Fotos: Márcio Silva
Paulo André Nunes Manaus (AM)

“Purus - de Filhos Guerreiros, Lendas e Magias” é o enredo da Unidos do Alvorada para o desfile deste ano do Grupo Especial de Manaus. A azul e branco da Zona Centro-Oeste da cidade vai mostrar seu espetáculo de 4h às 5h10, com três carros alegóricos, quatro tripés e 2.800 brincantes.

“Vamos entrar com garra, vontade e determinação, com sonho e buscando esse título tão esperado pela nossa comunidade. Tenho absoluta certeza que esse campeonato pode vir esse ano. Estaremos no quintal da nossa casa. Temos o privilégio de ter o Sambódromo, a Arena, colégios, hospitais, comércio aqui no Alvorada”, explica Heroldo Linhares, presidente da escola azul e branca, no início da entrevista que fizemos com ele no barracão da agremiação, na Morada do Samba Luizinho Sá.

Ele conta que desenvolver o enredo sobre a região do Purus envolveu pesquisas feitas pela sua comissão de Carnaval  que é formada pelos integrantes Jorge Ricardo, Renato Castro, Edmundo Martins e Carlos Silva. “São eles que fazem e pensam o Carnaval da Unidos do Alvorada. Um trabalha com logística, outro pensa, outro escreve, dá as idéias. Quero agradecer o privilégio de ter esses caras comigo na equipe, que são importantíssimos”, disse.


O presidente da Unidos do Alvorada, Heroldo Linhares, quer fazer bonito no último ano de escola

O presidente contou que ficou surpreso com a riqueza histórica do Purus. “Fomos conhecendo aos poucos e demos de frente com a família Afonso, que ajudou a alavancar o Purus através do comércio, trazendo o desenvolvimento para aquela comunidade de Beruri, Canutama, Lábrea, Boca do Acre, Pauiní e Tapauá. Devido às dificuldades tivemos que nos adequar mas está aí o nosso Carnaval sendo preparado de uma forma séria, sem fugir do enredo, com um bom samba-enredo e ótima bateria comandada pela Mestre Saúba, e uma ala musical comandada pelo intérprete oficial Auzier”, declarou ele, que está no último ano de mandato à frente da agremiação.

Comissão

Integrante da Comissão de Carnaval da Unidos do Alvorada, o artista Edmundo Martins disse que a escola vem falando dos vários municípios que o rio Purus banha. “Vamos abordar esses vários municípios através das fantasias, alegorias e adereços. Os trabalhos estão a todo vapor, seguindo, correndo um pouco contra o tempo, na Alvorada as coisas estão apertadas, mas estaremos prontos. Trabalhamos com 15 pessoas somente com a confecção das alegorias, com seis deles sendo do Município de Parintins, mas tem também o pessoal das fantasias, destaques, etc. Os trabalhos no barracão começaram em dezembro”, relata ele,aguardando o apoio da comunidade alvoradense.

 “O Sambódromo, inclusive, é no nosso bairro, e 100% da comunidade participa independente de horário. Vai ser a primeira vez que a Alvorada vai ser a penúltima escola a desfilar, 4h, e tenho certeza que nossa comunidade vai estar presente a arquibancada estará lotada nos apoiando e incentivando a nossa escola”, diz Edmundo Martins.


O artista Edmundo Martins disse que 45% das estruturas metálicas foram reaproveitadas pela escola em relação a 2017

Sem revelar os segredos, o artista adiantou que a comissão de frente e o carro abre-alas vêm com surpresas que vão impressionar o público. “Espero que esse seja o melhor abre-alas do Carnaval 2018, com um jacaré de 15 metros em cima do carro e com movimentos, bem regional e dentro do tema”, frisa o artista. O conjunto alegórico terá 11 metros de largura, 25m de extensão lateral e 10 metros de altura. Cerca de 45% das estruturas metálicas foram reaproveitadas nas estruturas da Unidos do Alvorada em relação ao ano passado.

Agremiação possui um título no Grupo Especial

A Unidos do Alvorada possui um título de Carnaval conquistado quando, numa decisão inédita, todas as agremiações foram declaradas campeãs. Foi em 2014, quando a escola defendeu o enredo

José Aldo foi o tema da Unidos do Alvorada em 2014. O desfile foi sob um dos maiores temporais que o Carnaval amazonense já sofreu em todos os tempos, praticamente com chuva do início ao fim, mas com uma enorme animação por parte do lutador, brincantes e torcedores nas arquibancadas do Sambódromo.

Naquele ano todas as oito escolas do Grupo Especial foram declaradas campeãs por 7 votos a 1, sob protestos da Reino Unido da Liberdade, que não concordou com a decisão.

Votaram a favor de se dividir o título os presidentes da Andanças de Cigano, Unidos do Alvorada, Grande Família, Balaku Blaku, Aparecida, Sem Compromisso e Vitória Régia. Os motivos alegados pelos dirigentes foram, além de prejuízos com a chuva, também problemas financeiros e com a Justiça do Trabalho.

Raio-X

Nome: Unidos do Alvorada

Enredo: “Purus  - de Filhos Guerreiros, Lendas e Magias”.

Data de fundação: 15 de maio de 1995

Componentes: 2.800

Entra na avenida às: 4h

SAMBA-ENREDO DA UNIDOS DO ALVORADA

Compositores:FC Art's,Betinho Filho,Alan Vasconcelos,Malheiros Jr, Alfredo Soares Neto,Will Tadeu,Aor Amorim,Caçula Show,Jair Tapajós,Fernando Silva,Nelly Miranda e Jackson Sicsú.

Alvorece no Cuxiuara

O tempo tece beleza rara

Em tuas águas, sou desbravador

Caminho que meu samba navegou Oh, Amazônia!

Fauna e flora de exuberância

Banhada pelo gigante Purus

Soam Camatis, ferozes bambus

Apurinã na aldeia em louvação num clamor pela preservação

A luz que me guia é a fé desse lugar “daime” proteção sob o céu de Mapiá

Mistérios, lendas e magia

A pele do caboclo arrepia

Um dia, vi chegar tanto progresso

Sucesso prosperou no seringal “Maravilha” pelo mundo afora

Afonsos de outrora com seus ideais

E da semente marista Brotou a conquista da educação

Hoje é dia de folclorear

Vai ter boi-bumbá e tantas festas para o mundo ver

 É a garra de um povo vencedor

Que abraça quem chegar pra conhecer

Um rio de amor que nasce em meu peito e faz da avenida seu leito nas margens, ouço o som da arquibancada: “Arrocha Alvorada!!”

Publicidade
Publicidade