Publicidade
Carnaval
Carnaval 2017

Escola de samba Reino Unido aposta na sustentabilidade em busca do bicampeonato

Quarta escola a desfilar no dia 25 de fevereiro, grandiosa agremiação do Morro da Liberdade, Zona Sul da cidade, mira o desenvolvimento sustentável para buscar o bicampeonato 01/02/2017 às 18:26
Show reino4
Desfiles da Reino Unido da Liberdade são sempre marcados pela grandiosidade (Foto: Evandro Seixas)
Paulo André Nunes Manaus (AM)

A busca por uma nova racionalidade mostrou para a Amazônia, assim como para toda a humanidade, que o caminho na verdade já existia e há muito era conhecido: a sustentabilidade! É baseado nesse princípio que a Reino Unido da Liberdade traz seu enredo para este Carnaval 2017. “No Reino das Fontes de Vida, o Morro em Movimento Sustentável faz a diferença”, a escola de samba do Morro da Liberdade, na Zona Sul, aposta suas fichas para buscar o bicampeonato do Grupo Especial.

Entre os pontos muito interessantes que a Reino vai abordar em seu desfile, dois chamam a atenção pela genial simplicidade: a valorização do conhecimento tradicional de povos e comunidades da floresta e as soluções oferecidas por elas para o equilíbrio ecológico e; o incentivo ao manejo florestal, valorizando a madeira legal, assegurando renda para as comunidades e enfatizando a redução do desmatamento ilegal.

Grandiosidade

Sempre grandiosa, a agremiação vai desfilar com 3.000 componentes distribuídos em 27 alas. Todos devidamente divididos em três carros alegóricos. E se fossem cinco alegorias a Reino, mesmo em tempos de crise, também se garantiria. A supervisão é do carnavalesco Wagner Moura.

A bateria, conhecida como “Furiosa”, é comandada pelo experiente Mestre Nica e sai acima do número padrão de ritmistas: em vez da média de 250 pessoas, a direção anuncia que a ala vai desfilar com 300 ritmistas na habitual afinação de surdos de marcação e tamborins, entre outros instrumentos. 

O samba-enredo, que já caiu na boca dos torcedores da verde e branco do Morro, tem como intérprete oficial Nego Léo. 

A Rainha de Bateria é Vanessa Costa, a Madrinha de Bateria Erika Leão e a Musa de Bateria Josiane Valle - o trio é idolatrado como “As Furiosas”, tanto pela beleza, quanto pelo samba no pé, graça e simpatia.

Próximos eventos

A agremiação está se organizando para apresentar um desfile orçado em, aproximadamente, R$ 900 mil. Além dos recursos aguardados oriundos do Estado e Município, a Reino está realizando eventos oficiais carnavalescos para angariar recursos. No próximo dia 4, por exemplo, acontece a “Feijoada da Furiosa”, que é a festa de captação de recursos da bateria da escola. O local é o Cassam, e a camisa custa R$ 50.

Já no dia 10 de fevereiro é a vez da “Noite dos Intérpretes”, na própria quadra de ensaios da escola de samba, no Morro da Liberdade.

Presidente está bastante otimista

A positividade sempre  foi uma das principais características da Reino Unido. Que o diga o presidente da escola, Jairo de Paula Beira-Mar, ao falar sobre a expectativa para o desfile deste Carnaval.

“Apesar das dificuldadesque sempre norteiam a confecção de um dos mais belos espetáculos de Manaus, a Reino Unido da Liberdade, uma vez mais, vem somando todos os esforços para que mais um sonho dos meninos do Morro e dos demais simpatizantes da Escola Verde e Branca desse canto de Manaus, seja concretizado com um belo desfile, e quiçá, com o seu bicampeonato.

Afinal, a Reino Unido nunca desfilou para ficar em 2º lugar, sempre almejou o 1º, e em 2017 não será diferente”, comentou o otimista dirigente, que também preside a Comissão Executiva das Escolas de Samba de Manaus (Ceesma).

Publicidade
Publicidade