Publicidade
Carnaval
CARNAVAL

Ribeirinhos vão participar do desfile da Reino Unido sobre sustentabilidade

Ao menos 20 ribeirinhos do interior do Estado serão destaque na avenida, representando histórias de protagonistas que geram renda e protegem a floresta 25/02/2017 às 05:00 - Atualizado em 25/02/2017 às 15:12
Show ribeirinhos
Imagem do Carnaval na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Rio Negro, que terá representantes no desfile da Reino neste sábado / Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Com o tema da sustentabilidade em pauta, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Reino Unido Liberdade está preparando uma novidade para o desfile do grupo especial no próximo sábado (25). Um grupo de 20 ribeirinhos do interior do Amazonas será destaque na avenida, representando histórias de protagonistas que geram renda e ajudam a proteger a floresta.

Os comunitários participam de projetos sustentáveis de Unidades de Conservação (UC) incentivados pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), que junto com Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), será homenageada pela Reino Unido da Liberdade na avenida em 2017.

“Eles são os protagonistas dessa história e do nosso enredo. Trazer essas pessoas para desfilar e cantar na avenida é dar voz de verdade ao tema da nossa escola”, destaca o presidente da Reino Unido, Jairo Beiramar.

Uma das homenageadas na avenida será a empreendedora kambeba Neurilene Cruz, 32, que mora na aldeia indígena Três Unidos, na Área de Proteção Ambiental (APA) do Rio Negro. No ano passado, a empresária conquistou o 4º Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino com o Restaurante Sumimi, iniciativa que ajuda mulheres da reserva a gerarem renda sem desmatar a floresta.

“Há 25 anos no baixo Rio Negro, é a primeira vez que o povo Kambeba será representado no carnaval. Essa homenagem na avenida representa muito, pois faz com que a brincadeira de Carnaval chegue até a nossa comunidade, que tem muita história e cultura pra contar”, comenta Neurilene Cruz.

Do outro lado do rio, um dos gerentes da pousada comunitária Vista Rio Negro na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Rio Negro, Nelson Brito de Mendonça desfilará no carnaval pela primeira vez.

“Participar do Carnaval na cidade é algo diferente, mas que nos anima. Já temos a tradição de brincar nas comunidades, com nossas marchinhas, e sair na avenida será uma oportunidade de sentir e contar um pouco das nossas histórias”, conta.

O enredo da Reino Unido traz a sustentabilidade como um dos grandes desafios da humanidade e homenageará a FAS como instituição de referência no tema e o Inpa como a mais importante instituição de pesquisa de biologia tropical do mundo.

“Essa homenagem da Reino Unido à FAS representa um reconhecimento muito importante, além de ser uma oportunidade de fazer com que a mensagem sobre o desenvolvimento sustentável e a conservação da floresta cheguem à população através da festa mais popular do Brasil e que também é muito popular no Amazonas”, destaca o superintendente geral da FAS, Virgílio Viana.

No desfile deste sábado estarão presentes também quatro medalhistas do Projeto Arquearia Indígena no Amazonas, da FAS, que participaram das seletivas da Rio 2016.

Pela TV A Crítica

O desfile das escolas de samba do Grupo Especial de Manaus será transmtido ao vivo pela TV A Crítica.

Publicidade
Publicidade