Publicidade
Carnaval
Especiais

Saindo ao amanhecer, G.R.E.S Andança de Ciganos faz jus ao enredo exaltando às cores

Escola exaltou a magia das cores e coloriu a avenida do samba, comemorando os seus 40 anos de existência 07/02/2016 às 14:33
Show 1
Andaças de Ciganos exalta as cores nos seus 40 anos
Laynna Feitoza Manaus (AM)

CONFIRA IMAGENS

A exaltação da origem das cores foi o que cercou o desfile da G.R.E.S Andanças de Ciganos, a última escola a entrar na avenida, por volta das 5h20 da manhã deste domingo (07). O tema “A perfeição das cores sob o olhar pitoresco do imaginário” literalmente coloriu a avenida do samba no Sambódromo, e não só de tons: a agremiação comemorou, em 2016, 40 anos de existência.

A primeira alegoria trazia a batalha entre a luz e a escuridão. O conceito da escola levou em conta as histórias contadas pela Bíblia Sagrada, onde Deus criou a luz e, da luz, as demais cores nasceram. Em seguida, o mestre-sala e a porta bandeira desfilaram vestidos em tons de neon, para saudar o nascimento das cores. Ao todo, cruzaram a avenida 19 alas, 3.500 brincantes e 2 carros alegóricos.

As demais alas da escola de samba não se distanciaram da temática colorida, o que foi bastante ressaltado nos tons de vermelho, verde e amarelo neon. Algumas alas também traziam a figura de girassóis e faraós. O destaque foi para uma alegoria que chegou exaltando os pintores do mundo. Nela estava a atriz amazonense Rosa Maria Malagueta, em alusão às artes da terra.

O último carro alegórico trouxe um bolo gigante, fazendo alusão ao aniversário de 40 anos da escola, comemorado no último dia 16 de janeiro. Acima do bolo, vinha uma escultura de pirata, representando o símbolo principal da agremiação. Logo atrás, a ala de fechamento trazia casais de piratas, simbolizando então as “andanças de piratas”.

 

 

 


Publicidade
Publicidade