Publicidade
Carnaval
ESTRATÉGIAS

Governo monta esquema de segurança para desfiles das escolas de samba em Manaus

Os desfiles acontecem nos dias 23 e 24 de fevereiro, Grupo C e Grupos A e B, respectivamente, no Centro de Convenções – Sambódromo 02/02/2017 às 15:56 - Atualizado em 02/02/2017 às 16:20
Show show agrandefamilia
Foto: Euzivaldo Queiroz
acritica.com Manaus (AM)

Com o objetivo de garantir total segurança dos brincantes durante os desfiles das escolas de samba de Manaus, que acontecem nos dias 23 e 24 de fevereiro, Grupo C e Grupos A e B, respectivamente, no Centro de Convenções – Sambódromo, o Governo do Amazonas, com coordenação geral da Secretaria de Estado Cultura, realizou uma reunião com todos os órgãos envolvidos com a segurança pública, na manhã desta quinta-feira(2), no Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC-AM), para traçar estratégias para o período festivo.

Junto ao o secretário executivo adjunto de Planejamento e Gestão Integrada, coronel Dan Câmara, situações de risco foram colocadas em pauta por Robério Braga, que também ressaltou a importância de reforçar a segurança da população durante a realização das bandas da cidade, principalmente a da Bica e a da Difusora, para que ocorram com “espírito de alegria e respeito ao próximo e aos patrimônios públicos da cidade”, ressaltou.

Já o coronel Dan Câmara apresentou o Plano Tático Integrado, que visa orientar e integrar os planos operacionais de segurança dos órgãos, por meio de uma Central Integrada de Fiscalização (CIF) do CICC-AM, que conta com, aproximadamente, 15 órgãos, entre eles, Polícia Militar, Polícia Civil, Manaustrans e Corpo de Bombeiros nas imediações do Sambódromo de Manaus. “No período do carnaval, o monitoramento da cidade estará reforçado”, disse.

Serviços essenciais

Na semana passada, o governador do Amazonas, José Melo, confirmou o apoio que a Secretaria de Estado de Cultura dará à realização do Desfile das Escolas de Samba de Manaus, mesmo diante das dificuldades financeiras do Estado, de modo a assegurar os serviços essenciais de infraestrutura e logística do evento, de segurança e limpeza a aluguel de equipamentos de som, guindastes, caminhão-guincho e empilhadeira, garantido a realização desta festa característica da cultura brasileira.

“O recurso oriundo da iniciativa privada ainda está em fase de viabilização, para darmos conta de toda a infraestrutura necessária. Cada órgão também se empenhará em viabilizar o que for possível e, o que não for, contará com o apoio e total boa vontade da Secretaria de Cultura”, ressaltou o secretário de Estado de Cultura, Robério Braga.

Vem toada por aí!

E para os amantes do “dois pra lá, dois pra cá”, dança típica da toada, Robério Braga confirmou para a manhã da próxima quarta-feira (8 de fevereiro), uma reunião com representantes dos Bois-Bumbás de Manaus e Parintins para definir uma agenda especial para a classe artística.

Publicidade
Publicidade