Publicidade
Carnaval
Especiais

Segunda escola a desfilar, G.R.E.S. Vitória Régia homenageia centenário do Nacional Futebol Clube

O enredo ‘O Centenário do Nacional de Verde e Rosa no Carnaval’ comemora os cem anos do Nacional Futebol Clube, time com o maior índice de vitórias no futebol profissional amazonense e contará o histórico de evolução do time, desde o seu surgimento até a sua consagração no cenário esportivo da região 11/02/2013 às 09:43
Show 1
Início do desfile da Vitória Régia
Laynna Feitoza e Luana Gomes Manaus, AM

O segundo carro da Escola de Samba Vitória Régia quebrou e a escola entrou na avenida homenageando outro time de futebol centenário. Mas o  imprevisto da quebra do carro não atrapalhou o início do desfile da Verde e Rosa às 21h20. O carro foi mudado de posição e passou a ser o penúltimo a entrar na passarela.

Mesmo com este imprevisto, a Verde e Rosa da praça 14 fez uma homenagem ao Leão da Vila e, de quebra, a outros clubes do futebol amazonense.  Ela foi a segunda escola a homenagear um clube na noite deste sábado (09). A primeira escola a desfile, a Presidente Vargas, homenageou outro clube centenário, o  Atlético Rio Negro Clube.

O enredo ‘O Centenário do Nacional de Verde e Rosa no Carnaval’ comemora os cem anos do Nacional Futebol Clube, time com o maior índice de vitórias no futebol profissional amazonense e contou o histórico de evolução do time, desde o seu surgimento até a sua consagração no cenário esportivo da região.

As 5 alegorias e 21 alas contaram na avenida, com o apoio de 3.800 brincantes, a história do Nacional Futebol Clube unido ao Carnaval, os títulos conquistados a nível local e nacional, os profissionais do futebol que somaram alegrias à história do Nacional e toda a paixão dedicada pelos torcedores nacionalinos ao longo dos cem anos de existência do time.

Um ex-jogador do Nacional, Renato Alves Gouveia, que jogou nos anos de 1974 a 1976 como quarto zagueiro, veio com mais outros seis jogadores de Belo Horizonte, cidade onde reside atualmente, só para participar do desfile que homenageou o clube.

De acordo com o presidente da agremiação, Alexandre Marques, que está à frente da escola há 3 anos, um dos 5 carros alegóricos teve problemas na direção. Ainda segundo ele, nada que comprometesse o rendimento da escola na avenida. O desfile da Vitória Régia ocorreu tranquilamente.


Publicidade
Publicidade