Sábado, 14 de Dezembro de 2019
Especiais

Semifinal do feminino: Campo Dourado promete encarar Salcomp de frente

De um lado a experiência de mais de oito anos, sendo cinco participações no maior torneio de peladas do mundo, enquanto as meninas do Campo Dourado estão engatinhando no campeonato



1.jpg Criado um mês antes de dar início ao campeonato, as meninas do Campo Dourado Futebol já fizeram história no torneio ao derrotar a tradicional e “casca grossa” equipe da Nilton Lins
11/12/2015 às 11:23

A outra semifinal prevista para acontecer no domingo, no campo do 1º Batalhão da Polícia Militar, é das meninas batalhadoras da Salcomp contra o estreante time do Campo Dourado Futebol Clube.

De um lado a experiência de mais de oito anos, sendo cinco participações no maior torneio de peladas do mundo, enquanto as meninas do Campo Dourado estão engatinhando no campeonato.



A Salcomp eliminou outro tradicional time do Peladão - o F.B (Feira da Banana) ao ganhar o jogo por 5 a 0. Já o Campo Dourado derrotou nos pênaltis outro famoso do torneio, a Nilton Lins, pelo placar de 3 cobranças a 2.

No tempo normal terminou o jogo em 2 a 2. Nesta semifinal, teremos duelos comparados entre Davi e Golias e quem se sairá melhor dentro das quatro linhas? Confira o jogo e a cobertura nas edições de segunda de A CRÍTICA e MANAUS HOJE.

Imagina se tivesse tempo pra treinar

Pela sexta vez a Salcomp participa do maior campeonato de peladas do mundo e, como já vinha sendo tradição, não deixou de estar entre os quatro primeiros. Montado nas bases da empresa Salcomp, no Distrito Industrial, a garotada está com sede de vencer e, acredite, este ano chegar entre as quatro primeiras foi surpresa para o time, conforme disse a coordenadora Nilce Silva.

De acordo com ela, o grupo estava sem realizar os tradiconais treinamentos nos campos antes da partida por falta de tempo da maioria das atletas e também por não conseguir um campo para o treino. “Pra falar a verdade foi até surpresa chegar entre as quatro até porque não estamos treinando, mas já que chegamos vamos lutar para ser campeão agora”, explicou.

Salcomp já levantou a taça em 2001 ao ser campeã do torneio. Este ano a artilheira Jocelma e a volante conhecida como Baiana são os destaques do clube amador e serão as válvulas de escape para chegar até à rede adversária. Com oito anos de estrada, a Salcomp é constituída de 80% de industriárias da própria empresa, que dão duro nas linhas de produção e ainda conseguem tempo para disputar o Peladão Brahma 2015.

Elas são o orgulho da Cidade Nova

O Campo Dourado é um conjunto localizado ao lado do Oswaldo Frota, no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. De lá surgiu o nome do time, que pode-se dizer que é o mais novo clube a integrar as fileiras do Peladão.

Criado um mês antes de dar início ao campeonato, as meninas do Campo Dourado Futebol já fizeram história no torneio ao derrotar a tradicional e “casca grossa” equipe da Nilton Lins, nas penalidades.

A meta era chegar até os oito primeiros colocados, segundo informou uma das responsáveis pelo time, a estudante Joseane Machado. “Estamos bem surpresas de estar nas semifinais. Tínhamos uma meta e agora conseguimos outra, é muito legal”, disse Machado.

Para Joseane, a união do time foi crucial para que o grupo chegasse até as semifinais. “Nós lançamos o time antes de começar o torneio, mesmo sabendo da qualidade dos outros, mas nos superamos a cada jogo e estamos onde estamos”, explicou.

Pé no chão e determinação é a chave para passar para a próxima fase, disse Joseane. “Sabemos que o jogo é difícil contra a Salcomp, mas não é impossível. Nós pretendemos ganhar o jogos e vamos jogar de igual para igual”, contou.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.