Publicidade
Carnaval
Especiais

Torcedora do Garantido disputa o primeiro lugar na fila há 15 anos

A funcionária pública que mora em Manaus, repete a tradição  há 15 anos 26/06/2015 às 12:16
Show 1
Sem desanimar, torcedores do "Mancha Vermelho Primeiro: o mais louco torcedor" encaram horas na fila pegando sol e chuva
KELLY MELO ---

Debaixo de um sol escaldante e com 36 horas de antecedência, torcedores do Boi Bumbá Garantido começam, ontem, a formar fila para entrar no bumbódromo e assistir ao primeiro dia do Festival Folclórico de Parintins,  enquanto outros, “sondam” o território para prestigiar a grande festa que começa hoje, às 20h.

Do lado da nação encarnada, membros da torcida organizada “Mancha Vermelha  Primeiro: o mais louco torcedor” foram os primeiros a chegar e demarcar o território com uma bandeira do grupo. A funcionária pública Liliane Gorete Oliveira, 43, foi a primeira da fila. “Cheguei a 8h da manhã porque todos os anos eu faço de tudo para chegar cedo e guardar lugar. O resto a gente dá um jeito”, afirmou.

De acordo com ela, que mora em Manaus, a tradição acontece há 15 anos.  “ É muito amor envolvido. Não temos como explicar essa paixão  e estamos aqui para apoiar o nosso Garantido, do meio da Galera”, disse ela que aguarda outros amigos para compor o grupo. “São mais de 200 torcedores de outros comandos de Manaus, Parintins e Presidente Figueiredo,  e a gente vai revezando para poder comer alguma coisa, beber água. Mas esse sacrifício vale apena pelo nosso Boi”, garantiu.

Do Ceará para o AM

O militar aposentado José Cordeiro da Costa, 66,  está pela primeira vez  em Parintins para assistir o Festival Folclórico. Ele chegou na última segunda-feira  e junto com a esposa, Ivaneide Alencar da Costa, 53, e a filha Lidiane Karine Costa, 29, conhecida como “Sinhazinha”, estão ansiosos para entrar na Arena.

“Elas já vieram aqui outras vezes, mas essa é a minha primeira vez e estou muito ansioso para conhecer essa festa de perto”, disse.

A esposa e filha, que são encarnadas declaradas, disseram que acompanham o Boi Bumbá pela TV e Internet e sempre que podem, vêm a Parintins. “Nós deixamos de ir para o Rio de Janeiro para ficar aqui e prestigiar o  festival. Tenho certeza que  vai ser uma festa fantástica”, afirmou Ivaneide.

Publicidade
Publicidade