Publicidade
Carnaval
TRABALHO DURO

Tricampeonato da Reino começou a ser 'gerado' após o Carnaval do ano passado

"A Reino mostrou mais uma vez ser uma escola grande e luxuosa, num trabalho que começou em março do ano passado”, disse presidente da agremiação 12/02/2018 às 14:58 - Atualizado em 12/02/2018 às 15:10
Paulo André Nunes Manaus (AM)

O tricampeonato do Grêmio Recreativo Escola de Samba Reino Unido da Liberdade foi conquistado a partir de um trabalho que começou logo após o final do Carnaval do ano passado, explicou Reginey Rodrigues, presidente da agremiação do Morro da Liberdade.

“A Reino mostrou mais uma vez ser uma escola de samba grande e luxuosa, num trabalho que começou em março do ano passado ao final do Carnaval de 2017. E aí está o resultado: somos tricampeões”, disse o presidente pé quente.

Há 35 anos na Reino Unido, ainda dos tempos que a escola era um bloco do Morro da Liberdade, o vice-presidente Tomé Mestrinho comentou que o título era ainda mais especial pelo enredo proposto que homenageou os mestres e por lembrar seu pai, o ex-governador e um dos maiores caciques políticos do Estado, Gilberto Mestrinho.

“Esse título é pra ele que foi um grande mestre também e que deu aula muito jovem numa época em que éramos um Estado distante e meio esquecido, e no qual ele formou muitos técnicos para concorrer e ganhar posições de primeiro, segundo e terceiro lugar em concursos nacionais como Banco do Brasil e Caixa Econômica”, relembra Mestrinho.

A escola de samba não confirmou, ainda, seu enredo para o próximo Carnaval 2019.

Publicidade
Publicidade