Terça-feira, 16 de Julho de 2019
Reforço de ponta

Unidos do Alvorada confirma Ciganerey, ex-Mangueira, como voz oficial para Carnaval

Escola de samba contrata ex-da Verde e Rosa para ser o intérprete do enredo "All-in - Copag pra Ver: Na Avenida do Samba a Alvorada dá as cartas"



alvorada_8E6335B0-3830-4E9F-96F0-BC3F22781123.JPG Ciganerey está desde a última quinta-feira em Manaus já ensaiando com a bateria Superação da Unidos do Alvorada / Divulgação/U. do Alvorada
05/02/2019 às 15:45

A escola de samba Unidos do Alvorada deu uma grande cartada neste Carnaval e contratou o artista carioca Paulo Roberto da Silva, o Ciganerey, 53, para interpretar o samba-enredo da agremiação neste ano. Para esta temporada a azul e branco da Zona Centro-Oeste traz o enredo “All-in - Copag pra Ver: Na Avenida do Samba a Alvorada dá as cartas”.

Até ano passado, Ciganerey era o intérprete oficial da tradicional escola de samba carioca Estação Primeira de Mangueira (onde ajudou, em 2016, a conquistar o título para a verde e rosa após 13 anos de jejum): neste ano ele vai ser a voz número 1 da Acadêmicos da Rocinha, do grupo de acesso do Rio.

Sambista nato e figura altamente identificada com o Carnaval ele está em Manaus desde a última quinta-feira cumprindo uma série de eventos pela Unidos do Alvorada e compromissos particulares. Ele defenderá o samba-enredo da Rocinha na sexta-feira, dia 1º de março, e dia 2 embarca a Manaus para cantar o tema da Unidos do Alvorada.

“Está tudo certo graças a Deus. Agradeço ao presidente Jacaré, ao Tila Jhones (diretor musical da escola de samba) e à comunidade alvoradense azul e branca pelo convite. Aqui em Manaus agora eu sou azul e branco. Estou desde a última quinta-feira, fizemos os primeiro ensaios coma bateria Superação. E nesta terça-feira tem mais um ensaio na Alvorada. Estou muito feliz, adoro Manaus e se Deus quiser vai dar tudo certo. Vamos à luta, fazer um belíssimo Carnaval e, quem sabe, tentar surpreender”, disse o astro do samba. “Um dia quero morar em Manaus”, frisa ele, sobre a paixão pela capital.

Só elogios

Para o diretor de Carnaval e carnavalesco da Unidos do Alvorada, Edmundo Martins, mais do que toda a fama que cerca Ciganerey, o que foi primordial para a vinda dele é que é amigo da escola de samba. “Não é nem pelo nome que ele tem: é que ele já é nosso amigo aqui na Unidos do Alvorada e participou de vários eventos da escola de samba. E pelo fato de estarmos precisando de um intérprete, após a saída do Auzier que aceitou a proposta para voltar à Vitória Régia, o Ciganerey foi contactado e decidimos contratá-lo para este Carnaval”, comentou o diretor e carnavalesco da azul e branco da Zona Centro-Oeste.

E é com otimismo que Edmundo Martins vê a chegada de Ciganerey para a Alvorada, que será a sexta a desfilar pelo Grupo Especial já na madrugada do dia 3 de março, Domingo Gordo de Carnaval, a partir de 2h40.

“Nossa expectativa é de otimismo com a chegada dele. Estamos preparando grandes surpresas e um grande desfile para a nossa comunidade que estará presente no Sambódromo no dia 2 de março. Traremos  o enredo sobre o baralho, falando desde a sua origem e como iniciou, falando dos truques e magias que envolvem as cartas, os jogos virtuais, a Paciência, de quem joga em computador e destacando a   empresa Copag que está instalada no Pólo Industrial de Manaus (PIM) e que tem 111 anos”, disse o carnavalesco.

Frase

"Estou muito feliz, adoro Manaus e se Deus quiser vai dar tudo certo. Vamos à luta fazer um belíssimo Carnaval pela Unidos do Alvorada”

Ciganerey, intérprete da Unidos do Alvorada

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.