Publicidade
Carnaval
Especiais

Veteranas em edições anteriores, candidatas à rainha apostam no Peladão Brahma 2014

Inspiradas em Brenda Carioca, além de lindas, elas também insistem no sonho de se tornar a majestade do maior campeonato de peladas do mundo 03/10/2014 às 13:52
Show 1
Candidatas à rainha do Peladão Brahma 2014
Jornal A Crítica ---

O que Brígida Matos, Karine Marcolino, Jéssica Lima, Maylin Menezes, Jéssyca Gomes, Thais Noronha e Taila Sobreira, candidatas à rainha do Peladão Brahma 2014 têm em comum? Além de lindas, elas não desistem do sonho de se tornar a majestade do maior campeonato de peladas do mundo e estão de volta ao concurso, depois de participar de edições anteriores.

Seguindo o exemplo da atual rainha, Brenda Carioca, que participou pela primeira vez em 2011, quando foi eleita princesa do Peladão (2º lugar), mas voltou para buscar a coroa em 2013; as meninas estão novamente na disputa, desta vez mais confiantes. E a notícia para elas é boa: a primeira etapa já foi vencida, pois todas estão entre as 100 classificadas para seguir adiante na competição.

Segunda colocada no ano passado, Taila Sobreira, 19, representante do Unidos da Cidade Nova ABC, afirma que quer fazer tudo diferente. “Analisando bem os vídeos do ano passado, no Peladão a Bordo, vi que pequei muito em não me entrosar muito com as meninas. Quero mudar isso, se eu tiver a oportunidade de estar lá de novo”, antecipa ela, que decidiu tentar de novo graças ao carinho que recebeu do público.

Já Brígida Matos, 20, que representa o time Stives - Amigos do Mata Boi, se inscreveu em 2012, quando chegou à fase semifinal. “Fiquei afastada em 2013, me dediquei a outros projetos, mas voltei com força total e me considero bem mais preparada. Os erros que cometi antes, não cometo mais agora”, garante Brígida.

Com 24 anos e a experiência de ter chegado até o reality ano passado, a candidata da Família Clayn, Karine Marcolino, vê o Peladão como uma escola. “Você aprende valores e é muito divertido estar participando. Também voltei pela saudade que deu. Se não deu certo da primeira vez, tudo bem, mas é sempre bom tentar não é? Valeu a pena, tudo o que eu vivi me incentivou a voltar”.

Para Jéssyca Gomes, que também esteve na última edição do Peladão a Bordo e terminou a disputa em terceiro lugar, o lado emocional conta muito. “Estou mais preparada, psicologicamente falando. Se voltasse ao barco, eu me afastaria um pouco das intrigas e pensaria bem mais antes de falar”, disse a representante do Puraquequara Futebol Clube, de 21 anos .

Apontada por muitos como uma das favoritas ao reinado em 2012, ano em que Juliana Soares conquistou o título de rainha, Jéssica Lima, 21, está de volta, agora como candidata da equipe Os Caça Barca. “Ser rainha do Peladão é o que eu sempre quis e eu estou com fé de que vou conseguir”, declara.

Outra participante que tem a persistência como característica é Maylin Menezes, 22. “Tentei ano passado, mas tive que sair no meio do concurso porque não tinha apoio nenhum do meu time. Resolvi me preparar mais e voltar pronta para ser rainha. A gente não pode desistir na primeira vez, esse ano eu vou até o fim”, avisou a rainha do Panair Futebol Clube.

Novamente defendendo os Amigos do Régis, Thais Noronha, 22, pretende se superar. “Para esse ano eu me preparei bem mais do que ano passado, a gente aprende muita coisa, ganha experiência. Então estou vindo com tudo”, assegura.

Para o coordenador do concurso de rainhas, Kid Mahall, não desistir no primeiro “não” é uma decisão importante. “As seletivas são feitas do momento. Às vezes a candidata está em um momento que não dá certo, que não era pra ser. Então se ela voltar em uma outra oportunidade, acaba conseguindo um bom resultado. Acredito que elas têm que insistir e persistir o tempo que lhe for permitido fazer, eu acho que isso é o legal”, considerou.

Publicidade
Publicidade