Publicidade
Esportes
NOBRE ARTE

 1ª Copa Manaus de Boxe é neste sábado (18), no Amadeu Teixeira

Para a competição, são esperados uma média 30 atletas que vão em busca da vaga para o Campeonato Brasileiro, nas categorias Cadete e Feminino 17/06/2016 às 15:07 - Atualizado em 17/06/2016 às 15:09
Show jo o leno   1
Competição inicia a partir das 14h, no Amadeu Teixeira (Foto: Mauro Neto/ Sejel)
ACRITICA.COM* Manaus (AM)

O maior templo dos esportes coletivos do Amazonas, a Arena Amadeu Teixeira (Rua Loris Cordovil, Flores), recebe neste sábado, dia 18, a 1ª Copa Manaus de Boxe.  Para a competição, são esperados uma média 30 atletas que vão em busca de conquistar vaga para o Campeonato Brasileiro, nas categorias Cadete e Feminino.  O evento, que inicia a partir das 14h, recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel),

De acordo com o presidente da Federação Amazonense de Boxe (FAB), Luiz Rocha, a Copa visa não somente classificar os pugilistas para uma das competições mais importantes do calendário nacional, como também foi criada com o intuito de aperfeiçoar os lutadores locais e fomentar o intercâmbio esportivo.

“Estamos fazendo a Copa para valorizar os nossos atletas, desde a categoria juvenil ao adulto e vamos aproveitar esta competição para selecionar os atletas que vão para o Brasileiro de Boxe, nas categorias Cadete e Feminino Adulto, que acontece de 10 a 17 de julho, em Cuiabá (MT), e assim revelar os lutadores que vão para representar o nosso Estado”, declarou Rocha, animado com o novo palco de disputas.

“A copa iria ser realizada no ginásio da Vila Olímpica no início do mês, mas tivemos alguns problemas técnicos com nosso material e a competição ganhou uma nova data e um novo local. É muito importante ter o ginásio Amadeu Teixeira como cenário para os pugilistas e isso os incentiva”, afirmou.

Um dos atletas que promete estremecer o ringue montado na Arena Amadeu é João Leno. Aos 23 anos, o pugilista é bicampeão da Copa Genar e pretende sair vitorioso da competição.

“Quero fazer um bom trabalho e me destacar na Copa. Além disso, pretendo ganhar ainda mais experiência com este evento, uma vez que a Copa prioriza a classificação de duas categorias que não faço parte, mas estarei me preparando para o Brasileiro para a disputa dos 69kg, que acontece em novembro, ainda sem local definido. Também estou me preparando para as seletivas do Norte e Nordeste, que vai ser realizado em outubro, provavelmente em Aracaju. É uma chance única e não vou desperdiçar”, ressaltou o lutador.

*Com informações da Assessoria de Imprensa

Publicidade
Publicidade