Domingo, 20 de Setembro de 2020
RETORNO

3B espera novo abono da CBF e projeta elenco com 18 atletas na A2

Com retorno da divisão de acesso do futebol feminino em outubro, presidente do clube espera nova ajuda da entidade. Primeiro e único aporte veio em março



WhatsApp_Image_2020-07-20_at_20.55.55_9FDEFB3C-0A43-433A-B50A-66CC22F27418.jpeg Foto: João Normando
21/07/2020 às 06:11

Depois que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou na última semana o calendário do futebol feminino, o presidente do 3B Sport, Bosco Brasil Bindá, passou a projetar os ajustes financeiros que o clube terá que fazer para completar o elenco até o próximo dia 18 de outubro, data prevista para o reinício da Série A2.

Em conversa com A Crítica, o mandatário do clube disse que ouviu comentários nos bastidores de que os clubes irão receber um novo abono, mas de que não há nada vindo da CBF, mas que espera uma resposta da entidade até o final do mês.



“Existe comentário, nunca ninguém da CBF me falou, de que eles darão um abono. Mas não sabemos de valores, não sabemos de mais detalhes, então estamos no aguardo. Eu creio que até o final do mês a CBF deva falar algo sobre isso”, explicou o empresário e presidente da Fera da Amazônia.

Após a paralisação, o 3B perdeu quatro atletas, que foram liberadas após o término de seus contratos: a zagueira Ruth, a volante Larissa e as atacantes Deyse e Roqueline.

O técnico Marcelo ‘Tchelo’ também deixou o clube. Para Bosco, existe a possibilidade do clube sentar com algumas das atletas para assinar um novo vínculo, que dependerá da vontade das jogadoras.

''A princípio elas permanecem liberadas, não sei se estão com clube. Hoje já temos a data de retorno da competição, iremos jogar só daqui há três meses, falta sair os protocolos. E nós estamos adotando cautela a respeito da parte financeira do clube. A princípio a diretoria não está negociando com elas, mas caso elas não estejam com clube e se for do desejo delas continuarem no 3B, podemos voltar a conversar'', disse o presidente do 3B Sport.

O mandatário também falou que o clube espera ter no mínimo 18 jogadoras no elenco e que atualmente uma das posições mais carentes é a de meia-atacante. Bosco disse que a diretoria monitorava uma atleta antes de começar a perder jogadoras, mas ela acabou assinando com um time de Portugal.

“Sempre procuramos uma meia-atacante, antes mesmo de começarmos a perder jogadoras. Hoje, um dos nossos maiores problemas é uma atleta que desempenhe essa função”, afirmou Bosco à reportagem.

O 3B é o único representante do Amazonas na Série A2. Na estreia, a Fera da Amazônia goleou o Atlético-AC pelo placar de 7 a 0 na Arena da Amazônia. O time está no grupo B ao lado do próprio Atlético-AC, Real Desportivo-RO, Fortaleza-CE, São Valério-TO e São Francisco-BA. O fim da Série A2, por sua vez, está previsto para o dia 31 de janeiro, segundo calendário da CBF.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.