Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020
SOLIDARIEDADE

3B Sport promove entregas de 500 máscaras e 300 cestas básicas na Aparecida

Ação acontece no bairro onde está situado o centro de treinamento do clube e vai contar com a presença de jogadoras do elenco



JUNIO_MATOS_3B_AEE0F109-596B-476F-A004-C11F5CE1D643.jpeg Foto: Junio Matos
30/04/2020 às 18:59

Em um período difícil para toda a comunidade manauara, que enfrenta os efeitos do novo coronavírus, ainda há boas ações que tentam mudar o triste cenário atual. Nesta sexta-feira (1º), o 3B Sport vai promover a entrega de 500 máscaras de proteção e 300 cestas básicas para a Comunidade da Aparecida, localizada no bairro que leva o mesmo nome e onde está situada a sede da Fera da Amazônia.

Cerca de 12 jogadoras que fazem parte da equipe representante do estado na Série A2 do Brasileiro Feminino estarão presentes na ação, caso da capitã Gabi, a volante Nath Pitbull e as venezuelanas Hilary e Cinthia.



Bosco Brasil, presidente da Fera, revelou que ação foi possível a partir da ajuda dada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no pacote de auxílio à base da pirâmide do futebol brasileiro - equipes da Série A2 receberam R$ 50 mil da entidade.

“Agradeço a CBF pelo aporte financeiro. Metade usamos na folha salarial do clube e a outra metade destinamos para ajudar quem está precisando nesse momento. A Comunidade da Aparecida é onde eu nasci e me criei. Eles também seguem o 3B desde a época do Peladão. Vendo que há pessoas necessitadas veio a ideia das cestas e das máscaras”, detalhou o mandatário. 

Foto: Junio Matos

Além de ajudar com os equipamentos de proteção e com os alimentos, Bosco também aproveitar para conscientizar não só os beneficiários da ação, mas todos da capital amazonense.

“Fiquem em casa, na medida do possível. O isolamento social nessa hora é primordial. Essas duas semanas vão ser muito importantes para o futuro, inclusive, do (retorno do) futebol”, projetou o presidente do 3B.

Fera ‘no aguardo’

Desde a estreia na divisão de acesso do Brasileiro Feminino, no dia 15 de março, o 3B soma, aproximadamente, 45 dias de paralisação. Ainda com algumas atletas alojadas no centro de treinamento do clube, o presidente Bosco afirma que a ideia é manter os compromissos contratuais em dia até uma sinalização de retorno - ou não - das competições.

“Pagamos março integralmente, assim como esse mês de abril. A ideia é fazer o mesmo em maio. Mas não tenho como garantir que isso vai acontecer até o período que condiria com o final do campeonato, que é em julho. Conversei com as jogadoras e disse que vou tentar manter o contrato, mas tenho que esperar e ver o que vai acontecer no futuro sobre o retorno dos campeonatos”, completou Bosco.

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.