Publicidade
Esportes
Craque

A Crítica transmite ao vivo jogo entre Fast e São Raimundo pela 6ª rodada do Amazonense

Tricolor de Aço e Tufão se enfrentam neste sábado, às 15h, no estádio da Colina, Zona Oeste de Manaus 21/03/2015 às 15:04
Show 1
Técnico Ney Jr acredita que tem um grupo forte que pode jogar bem mesmo com os desfalques
Camila Leonel Manaus (AM)

ASSISTA AO VIVO

Fast e São Raimundo protagonizam, neste sábado (21), às 15h, no estádio da Colina, o clássico da sexta rodada do Barezão. Porém, se o que não falta é rivalidade entre as duas equipes, não faltarão problemas também. Com desfalques, o Fast busca voltar à sequência de vitórias enquanto o Tufão busca se firmar no campeonato.

Mesmo embalado no campeonato e com um grupo formado por bons jogadores e que vêm construindo grandes resultados, o técnico Ney Jr prega o respeito ao adversário. “Todos os jogos são difíceis. Não é porque ganhamos de 4 a 0 que o jogo foi fácil e eu respeito a equipe do São Raimundo”.

Para a partida de sábado, o treinador não contará com Rosembrick, que levou o terceiro amarelo contra o Operário, e com Felipe expulso no último jogo, mas Ney Júnior não considera que esses desfalques causem maiores prejuízos.

“Nós temos um grupo e todos têm a mesma importância. É sai um e entra outro não tem outra forma. Perdemos um jogador de muita qualidade, mas temos jogadores que podem entrar no lugar dele e fazer uma boa partida”

Problemas no Tufão

O São Raimundo enfrentou nas duas últimas rodadas times que estão na parte de cima da tabela. Primeiro foi o Nacional, no Clássico Azul, no último domingo, foi a vez de encarar o vice-líder Penarol e neste sábado, o Tufão terá outra pedreira pela frente. O Fast Clube. Mas além das dificuldades naturais que uma partida apresenta, o treinador Eduardo Clara precisou resolver outras dificuldades antes mesmo do início da partida.

O time da Colina vem revezando o treinamento entre os campos do km 42 da AM 010, um campo no bairro da Ponta Negra e no estádio da Colina, porém a equipe não conseguiu reservar o estádio em decorrência das chuvas, acabou treinando apenas uma vez na semana. Outra dificuldade é que, no momento, os cinco atacantes do time alviceleste estão machucados.

“Todos os meus cinco atacantes estão machucados. Mesmo os que vão jogar estão machucados. Ramon ainda sente dores de uma pancada no tornozelo e Jaiminho está com dores musculares”. Thomas, que jogou os últimos dois jogos no sacrifício, sentiu o joelho e está fora e Mata-Boi começa no banco.

Apesar dos problemas, o treinador disse que os jogadores entrarão em campo dispostos a encarar o Fast.“Tentamos motivar sempre os jogadores. Trabalhamos na conversa, mostrando que mesmo com os problemas, que são muitos, o jogo é uma grande vitrine”.

A estratégia do São Raimundo para anular as jogadas do “tik taka” de Ney Júnior é acertar no posicionamento e não perder oportunidades.“Vamos entrar fazendo um bom jogo, usando nosso posicionamento que é muito bom. Anular os pontos fortes, criar oportunidades e aproveitar os melhores momentos. Marcando bem, não dar espaços”, explicou.

Ficha técnica

Fast: Zé Carlos, Amaral, Ediglê, Márcio Abrahao, Rondinelli, Rodrigo Ítalo, Dinamite, Michel Parintins, Charles Chenko, Da Silva, (Deivid) Técnico: Ney Jr.

São Raimundo: Julião, Getúlio, Uilton, Alex Amaro, Fernando Jr, Vamberto, Carlos, Adonias, Ramon, Claílson, Jaiminho. Técnico: Eduardo Clara

Arbitragem: João Batista Cunha de Brito, Marleudo Nunes de Lima, Jeová Rodrigues dos Santos

Local: Estádio Ismael Benigno

Publicidade
Publicidade