Terça-feira, 29 de Setembro de 2020
EM CASA

A hora da estreia: Gavião inicia voo inédito na Série C

Partida contra o Vila Nova (GO), na Arena da Amazônia, é momento histórico para o Manaus FC; sem torcida, equipe vai em busca dos primeiros três pontos jogando em casa



WhatsApp_Image_2020-08-08_at_10.23.28__1__66A72BC3-5ACF-4585-8CAC-76D7FDE5F74A.jpeg (Foto: Junio Matos)
08/08/2020 às 10:25

Chegou o grande dia. Depois de 12 anos, o Amazonas volta a ter um representante na terceira divisão do futebol nacional. Na noite de hoje (8), na Arena da Amazônia, o Manaus FC enfrenta o Vila Nova-GO, às 18h, em jogo válido pela primeira rodada do grupo A da Série C do Brasileiro.

Na última entrevista coletiva antes da estreia - que aconteceu pelo canal oficial do clube -, na tarde de quinta-feira (6), o técnico do Manaus, Welington Fajardo, em resposta ao CRAQUE, falou sobre a pressão psicológica que o elenco esmeraldino carrega para este novo desafio.



“Eu trabalho no futebol desde 1978, sempre lidei com responsabilidades. Você enfrentar frustrações, fracasso e sucesso... Todas as dificuldades que passei na minha carreira me deram muita experiência. A gente já tem uma história aqui em Manaus, desde a Série D, enchemos a Arena da Amazônia com mais de 40 mil pessoas em dois jogos. Então, tudo isso já foi uma responsabilidade muito grande para conseguir o acesso. O grupo já está acostumado, já são muitos anos de futebol, todos sabem da sua responsabilidade”, explicou o comandante do Gavião do Norte.

Retrospecto e dúvidas no meio-campoAntes da paralisação do calendário do futebol em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o Manaus conseguiu ser campeão do primeiro turno do Barezão contra o Amazonas FC e conseguiu passar para a segunda fase da Copa do Brasil ao eliminar o Coritiba, na Arena da Amazônia.

Desde que o Manaus voltou aos treinos no dia 13 de julho, foram 24 dias de preparação e alguns problemas que surgiram com o decorrer dos treinamentos. Sem Panda e Gilson Alves, lesionados, e o capitão Derlan, que vai cumprir suspensão automática devido à expulsão na partida da Copa do Brasil contra o Brasil de Pelotas, Fajardo precisou fazer testes no meio-campo em jogos-treinos contra a mescla do Fast e o Bêtania FC.

Na partida contra o Tricolor de Aço, aberta para imprensa, a ideia inicial foi formar a dupla com volantes de origem: Felipe Baiano e Carrilho. Mas após tomar 2 a 0 com ambos em campo na segunda parte do treinamento, o treinador precisou recorrer às alternativas. No último treino, Fajardo usou o zagueiro Ramon de primeiro volante e manteve Carrilho como segundo.

Casa, mas sem torcidaEm decorrência da pandemia, uma das maiores armas do Gavião na Série D terá que ficar no ‘banco’ de casa neste sábado. O técnico Welington Fajardo, sempre que perguntado sobre como o grupo poderia se comportar sem esse apoio das arquibancadas, chegou à conclusão de que só poderia ter uma noção quando chegasse o momento de entrar em campo. Estudos mostram que o mandante perdeu força neste ‘novo’ cenário. Na Alemanha, visitantes foram amplamente superiores.

Após a partida de estreia, o Manaus terá dois jogos longe de casa na Série C: Botafogo-PB, em João Pessoa, e Jacuipense-BA, no Valfredão, em Riachão de Jacuípe. Logo depois, o Gavião do Norte volta à Arena da Amazônia para encara o Paysandu-PA. O Manaus está no grupo A da Série C, ao lado de Vila Nova-GO, Botafogo-PB, Treze-PB, Paysandu-PA, Remo-PA, Santa Cruz-PE, Imperatriz-MA, Ferroviário-CE e Jacuipense-BA.

Elenco renovado O Tigrão, que até a paralisação do Goianão estava na terceira colocação do grupo A, ocupava a zona de classificação para as quartas de finais do Estadual até antes da paralisação. A equipe do técnico Bolívar também chegou até a segunda fase da Copa do Brasil, mas foi eliminado nos pênaltis para a Ponte Preta. Entre a paralisação e o início da Série C, o Vila perdeu 12 atletas. Em contrapartida, se reforçou com 11 jogadores visando a competição nacional.

Dos três amistosos visando a Série C, o time de Bolivar só venceu o Real-DF. Nos seus últimos dois jogos antes da estreia contra o Manaus, a equipe sofreu contra o Atlético-GO, perdendo por 3 a 0, e ficou no empate em 1 a 1 contra o Brasiliense-DF. Dois reforços chegaram para o setor defensivo após a retomada dos treinamentos: os zagueiros Rafael Donato e Saimon.

Ainda sem Alan Mineiro, principal jogador do elenco do Vila Nova-GO, que se recupera de lesão, o técnico Bolívar (ex- zagueiro de Internacional e Botafogo) falou na quinta-feira (5), em entrevista para o canal oficial do Tigrão no YouTube, sobre o ‘oba oba’ do favoritismo atribuído ao seu grupo pela torcida e imprensa local de Goiás. O treinador preferiu deixar isso de lado e esperar o desempenho do time dentro de campo.

“O favoritismo deixamos para o torcedor e a imprensa. Sabemos que é uma competição difícil, com equipes de muita tradição no nosso próprio grupo, como Remo, Paysandu, Santa Cruz... Manaus com confiança alta após acesso. O Vila quer ser protagonista e precisamos mostrar isso dentro de campo”, comentou o ex-zagueiro.

O treinador também falou sobre seu sistema ofensivo e os novos reforços que chegaram na última semana para o setor. Segundo Bolívar, a diretoria do clube conseguiu aproveitar as oportunidades do mercado.

“A gente sabia que seria importante ter jogadores carimbados, principalmente, no setor ofensivo. (Jogadores) que tenham o faro de gol. Tivemos a chegada do Henan, Raphael Lucas, o Rodrigo Silva. E se existe a oportunidade de contratar jogadores com essas características, simplesmente se corre atrás. Foi o que fizemos, com a direção fazendo todos os esforços”, completou o treinador.

Ficha técnica:

Manaus FC Jonathan; Igor, Luís Fernando, Spice, Rennan (Caíque); Ramon, Carrilho, G. Davis (Hamilton); Fumaça, Rossini, Mateus Oliveira. Tc: Welington Fajardo

Vila Nova-GO Fabrício; J. Lennon, Adalberto, R. Donato (Saimon); W. Formiga (M. Henrique); Derli, P. Bambu (Dudu), E. Biancuchi; Lucas, Talles, Henan (Rafhael Lucas). Tc: Bolívar

Estádio: Arena da Amazônia Vivaldo Lima Motivo: 1ª rodada da Série C do Brasileiro Árbitro: José Woshington da Silva (PE) Hora: Às 18h (horário de Manaus)

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.