Terça-feira, 28 de Janeiro de 2020
Superação

Nadadora do AM supera fobia d'água e vira campeã do Rio Negro Challenge

Julia Sakamoto, de 14 anos, não suportava a ideia de entrar na piscina. Dez anos depois, a jovem atleta figura entre os grandes nomes da natação baré



J_Sakamoto_4E937C55-2D1F-482C-A837-91D778E2C17E.jpg Foto: Eraldo Lopes
14/12/2019 às 14:31

Diversas pessoas ao redor do mundo todo desenvolvem fobias das mais variadas, uns têm medo de palhaços, outros de aranhas, espaços fechados e até mesmo de água, que é chamado de hidrofobia.

O último caso se encaixa na vida de Julia Sakamoto, nadadora que até os quatro anos de idade não suportava água. Hoje se pode dizer que a jovem amazonense de apenas 14 anos, tem tanto ‘medo’ que nada o mais rápido possível para que o tempo na água seja o menor possível.
Brincadeiras à parte, a atleta que representa a Associação Aquática Amazonas, conquistou um grande feito em sua carreira no último domingo (8), ao vencer a prova de 4km do Rio Negro Challenge, na categoria absoluta (sem separação por idade).



“Foi a minha primeira vez nessa prova. Foi uma sensação incrível, mesmo nadando na categoria absoluta consegui um bom resultado. Foi motivador também por todo esforço”, disse a jovem sobre sua conquista em meio aos atletas ‘gente grande’.
Mas os feitos de Julia na semana passada não se limitaram apenas ao primeiro lugar no trajeto de 4km, ela também conquistou a quinta colocação na travessia Almirante Tamandaré de exaustivos 8,5km em 3h11min18s.

“Foi uma das provas mais importantes da minha carreira. Porque desde a primeira vez que nadei no Rio Negro eu me identifiquei e gostei muito. A travessia era meu grande objetivo”, revelou a nadadora amazonense que é uma das grandes revelações da modalidade.

Tudo isso parecia inimaginável para Julia até alguns anos atrás, quando não largava a mãe nas aulas de natação.
“Eu sentia um pavor muito grande, me tremia muito, tinha a sensação de que a qualquer hora eu ia me afogar. Só consegui perder isso no dia a dia, com o apoio do professor, mamãe e meu irmão que ficavam comigo na piscina”, contou sobre seu medo.

Após muito trabalho para superar suas dificuldades, hoje a atleta coleciona cerca de 140 medalhas em sua trajetória. O pai da nadadora, André Sousa conta um pouco do seu ponto de vista da história vitoriosa da filha e claro do apoio inesgotável que ele presta à Julia.

“Ela tem nos dado muito orgulho! As decisões são delas, como, por exemplo, o desafio da travessia, foi ela quem nos surpreendeu com a notícia na qual queria realizar. Nós apoiamos sempre felizes da vida”, declarou o paizão orgulhoso.
 

News whatsapp image 2019 06 21 at 16.12.51 7cbfadd4 8d2b 47cf a09e 336b83276e71
Repórter de A CRÍTICA

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.