Publicidade
Esportes
SEMIFINAL CARIOCA

Aos 76 anos, flamenguista vai pela primeira vez à Arena Amazônia

América Martins de 76 anos assistirá a partida deste domingo entre Vasco e Flamengo, a partir das 15h, na Arena da Amazônia. 24/04/2016 às 12:46 - Atualizado em 26/04/2016 às 11:34
Show fla
Thaissa Cordeiro Manaus (AM)

Torcer por um clube de futebol vai além das fronteiras, seja longe ou perto, o torcedor sempre dá um jeito de acompanhar seu time do coração. Dona América Neves Martins, que nunca assistiu uma partida do Flamengo no estádio, completará 77 anos de idade no mês de maio, mas recebeu presente antecipado, um ingresso para o confronto diante do Vasco. 
“Este vai ser um dos meus melhores presentes, eu só acompanhava os jogos pela TV e rádio, nunca fui num estádio ver meu time. A Arena é linda, eu só vi pela televisão e fotos, espero que o flamengo vença de 3 a 0”, disse com confiança. 

Ela relata como foi recebida a notícia dada pela neta que iria assistir ao jogo na Arena.

“Ela chegou comigo e falou ‘Vó, o Flamengo vai jogar aqui’ e eu disse ‘poxa vida o flamengo vai jogar aqui e eu não vou asssitir’ aí a minha neta comprou e eu me senti aliviada” contou emocionada.

O INÍCIO

América conta que a relação de amor com o Flamengo começou muito cedo “desde que me entendi por gente”, disse. Ela descreve o time como “um amor pra toda vida, sempre gostei do flamengo, sempre foi minha paixão”, declara a rubro-negra.

A torcedora do mengão coleciona bandeira, copos, toalhas e se pudesse, segundo ela a casa toda seria só de flamengo.

Questionada sobre seu hobby preferido, América não tem dúvidas “Eu não sou chegada em negócio de novela não, sou mais chegada em futebol”, comentou. Depois do jogo do time do peito, a torcedora diz  pretendo ir ao jogo da seleção brasileira de futebol feminino contra a África do Sul pelas Olimpídas, em Manaus. 

TORCEDORA ILUSTRE

Dona América já é conhecida na rua onde mora, na São Francisco, localizada no bairro Santo Antônio. A aposentada diz que não tem tv a cabo em casa, e quando não pode acompanhar o time, os vizinhos vão até a sua casa e a chamam para assistir aos jogos do clube juntos. “Quando não vejo os jogos na minha casa, eu assisto com meus vizinhos, ou então vou para a casa do meu filho que é botafoguense, mas ele não pode falar nada, porque eu brigo com ele. Aqui é Mengo”, brinca.

APOIO DA FAMÍLIA

A flamenguista irá ao jogo com sua neta, Aline Suellen, de 32 anos, que não torce pelo time da avó, mas faz questão de estar com ela nesse momento inesquecível. 
“Eu não torço pelo clube, mas torço por ela, só temos receio dela ficar muito emocionada, pois ela é flamenguista doente”, declara. 

A filha de América, Neila Maria Corrêa diz que não conhece alguém tão fanática quanto sua mãe “Ela é muito fanática, se deixar, ela pinta até a parede de vermelho, seria tudo preto e vermelho nessa casa, mas a gente não deixa”, declarou.

Publicidade
Publicidade