Domingo, 25 de Agosto de 2019
DE OLHO NA TITULARIDADE

Goleiro reserva do Princesa do Solimões teve passagens por grandes clubes

Goleiro reserva de Rascifran teve passagens por São Paulo, Atlético Paranaense, Grêmio e até pelo futebol francês



zCR0708-01F.jpg Pablo busca titularidade no Princesa do Solimões (Foto: Evandro Seixas)
08/06/2016 às 09:19

De volta a um clube do Amazonas após dois anos, Pablo Camilo é o goleiro reserva do Princesa do Solimões. Ainda desconhecido no futebol amazonense, o novo arqueiro possui passagens por grandes clubes como São Paulo, Grêmio e Racing Club de Lens, da França. No futebol baré, Pablo atuou pelo Fast Club, pelo Campeonato.

Amazonense de 2014, diante do Nacional. Em partida realizada no estádio do Sesi, o jogo terminou em 1 a 1. Esse foi o único jogo em uma equipe do estado, uma vez que o jogador teve problemas em sua documentação, não podendo atuar mais pelo Rolo Compressor.

INICIO
Natural de Salvador, Pablo Camilo possui 34 anos, contrariando o desejo da mãe, Maria das Graças, que queria que o jogador fosse médico, decidiu atuar ‘debaixo da trave’ aos 13 anos. Tudo começou em uma escolinha de futebol do ex-jogador Edilson ‘Capetinha’ que atuou no Corinthians     e foi campeão do mundo com a Seleção, em 2002. Em pouco tempo o atleta foi para a base do São Paulo, onde passou cinco anos, de 1995 a 2000. 

Depois do tricolor, o arqueiro foi parar no Racing Club de Lens, da França. “Passei três anos no Lens, da França (2000 a 2003). Voltei pro Brasil para jogar no Grêmio e Atlético Paranaense, nessa época era jogador de verdade”, brincou o goleiro.

Quando perguntado se tem um ídolo no futebol, Pablo responde. “Gosto muito do Van Der Sart, foi um cara que acompanhei na minha infância. Tive um tempo no São Paulo, mas nunca fui fã do Rogério Ceni”, revelou Pablo.


 PRINCESA DO SOLIMÕES
O último clube do atleta foi o Maranhão Atlético Clube, no qual passou um ano e foi campeão da segunda divisão, e já na primeira divisão conquistou uma vaga para a disputa da Série D. “Eu ia disputar a competição (Série D), mas houve uma redução de salário, daí vim para o Princesa”, destacou.

Questionado se pretende ser o arqueiro número 1 do time manacapuruense, Pablo afirma: “A gente vem trabalhando, por onde eu passei sempre joguei, não pretendo passar por cima de ninguém, pretendo aproveitar a oportunidade quando for dada”, diz o reserva de Rascifran. 

Pelo Princesa, Pablo já sentiu o clima da torcida do tubarão. “A torcida em si apóia bastante, vi que é uma torcida apaixonada pela equipe; acredito que ela sempre vai estar nos ajudando nos jogos dentro de casa”, analisou.

NÚMEROS

16 clubes. Pablo teve passagens por diversos times no futebol brasileiro, dentre os principais estão São Paulo, Atlético Paranaense e Grêmio. No futebol internacional, o arqueiro jogou no Racing Club Lens da França e o Shatin, de Hong Kong, na temporada 2008/2009.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.