Publicidade
Esportes
Craque

Aberta temporada de caça a Raposa: Fast encara o Cruzeiro pela Copa do Brasil Sub-20

Garotos do Tricolor de Aço vêm de conquitas no Campeonato Amazonense e na Copa Norte Sub-20 e agora tentam passar pelo time mineiro na cmpetição nacional. Partida acontece nesta terça-feira (22), no estádio da Colina  21/09/2015 às 17:13
Show 1
Equipe do Fast Clube fez último treino visando o duelo com o Cruzeiro.
Denir Simplício Manaus (AM)

Está aberta a temporada de caça a Raposa no Tricolor de Aço. Os garotos do Fast Clube enfrentam os juniores do Cruzeiro, às 20h de hoje, no estádio da Colina no confronto de ida da Copa do Brasil Sub-20.

O Rolo Compressor, que fez história ao se sagrar campeão invicto da Copa Norte Sub-20, tenta imprimir a mesma velocidade pra atropelar também a Raposa, agora pela competição nacional. “Vamos com  bastante intensidade no começo do jogo. É claro que os 15 primeiro minutos são muito importantes. Temos que estudar o adversário, temos de cadenciar mais o jogo. Mas vamos imprimir nosso ritmo. Vamos pra cima e tentar fazer um gol no começo pra ganharmos tranquilidade”, disse o técnico Darlan Borges, apontando que não deixará a equipe do Cruzeiro respirar na partida. 

Calor na raposa

 O elenco do Cruzeiro desembarcou ontem na capital amazonense,  justamente no dia mais quente dos últimos 90 anos em Manaus. O calor intenso assustou a delegação da Raposa, que acabou cancelando o único treino com bola antes do jogo desta noite. Darlan Borges pretende usar o “caldeirão manauara” à favor do Tricolor de Aço, no estádio da Colina.

“Vamos jogar em casa, com o apoio da nossa torcida. Nós temos de ditar o ritmo do jogo. Vamos tentar cansar o time deles, com o calor a nosso favor e tentar conseguir o resultado positivo”, analisou o técnico, que volta a fazer parceria com o treinador João Carlos Cavalo. “O Cavalo veio pra nos ajudar no posicionamento da equipe. É um técnico bastante experiente e já trabalhamos juntos com boa parte desses garotos no Tarumã, no ano passado”, comentou Borges.


Destaque no Barezinho deste ano, com 19 gols, o artilheiro Alexsander não balança as redes desde a segunda partida da campanha do título da Copa Norte, em Belém. O atacante disse estar com saudade de “correr pra galera”. “Espero que possa sair (gol) nessa partida, que é muito importante. Espero fazer não só um bom jogo, mas que possa fazer um gol pra ajudar a equipe”.

Outro que jogador que fez “estragos” nas defesas adversárias, tanto no Amazonense quanto na Copa Norte foi Jack Chan. O veloz atacante foi artilheiro do torneio no Pará e quer aterrorizar os zagueiros da Raposa, que são mais altos e fortes. “A gente sabe que futebol é bola no pé. Mas esse fator pode pesar a nosso favor, porque temos jogadores velozes, com características de intensidade, que vão pra cima. Então acho que isso nos favorece”, analisou o camisa 10 do Tricolor de Aço.

O regulamento da Copa do Brasil Sub-20 é igual ao dos profissionais: caso o Fast perca por dois gols de diferença estará eliminado da competição. Por isso é bom vencer e com bom saldo de gols em casa.


Publicidade
Publicidade