Publicidade
Esportes
Craque

Acabou o amor? Dunga volta a discutir com jornalista durante coletiva

O treinador da Seleção Brasileira não gostou de uma pergunta feita por um repórter da Rede Globo. Em sua última passagem no comando do time canarinho, a relação entre a imprensa e o técnico foi tensa 13/10/2014 às 12:28
Show 1
Dunga voltou a se desentender com a imprensa durante coletiva.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

A promessa de “Paz e Amor” feita por Dunga no dia da apresentação do treinador em sua volta ao comando da Seleção Brasileira parece ter sido quebrada na manhã desta segunda-feira (13) durante uma coletiva, em Cingapura. O capitão do tetra não gostou de uma pergunta feita por um dos jornalistas e uma discussão foi iniciada. O caso ocorreu depois que o profissional de imprensa questionou o comportamento do técnico no duelo contra a Argentina.

O clima tenso aconteceu logo após a segunda pergunta da entrevista aberta aos jornalistas. O repórter Tino Marcos, da Rede Globo, perguntou sobre o comportamento de Dunga que teria insinuado que os argentinos usavam droga. Na ocasião, depois de uma áspera discussão com um dos integrantes da comissão técnica da Argentina, o treinador levou os dedos ao nariz, dando a entender que ele havia cheirado algo.

“Como tinha poluição, o nariz estava sempre trancado. Quem está falando que usou drogas ou não é você. Nós estamos trabalhando na seleção brasileira, e eu acredito que o torcedor quer um time competitivo e com sangue na veia. Se quiserem um time mais tranquilo e ponderado, depende das escolhas”, respondeu Dunga, visivelmente contrariado.

Galvão Bueno entra na confusão

Como se não bastasse ter de responder a contragosto a esse questionamento, na sequência da entrevista a intérprete acabou traduzindo a pergunta de Tino Marcos para o inglês equivocadamente. Na tradução, a moça acabou dizendo que a pergunta havia sido se o treinador havia feito o gesto para os jogadores e não para um integrante da comissão técnica.

O narrador Galvão Bueno, que acompanhava atentamente a coletiva, interferiu imediatamente e corrigiu a tradutora afirmando que em momento algum a pergunta o repórter havia mencionado os jogadores da Argentina. Dunga, no mesmo instante, reafirmou que nunca se referiu a nenhum atleta adversário.

Alex Escobar sentiu a fúria do treinador

O bom relacionamento de Dunga com a imprensa nunca foi um ponto forte do técnico da Seleção Brasileira. Durante a disputa do Mundial de 2010 na África do Sul, depois da vitória contra a equipe da Costa do Marfim, o treinador foi para a sala de imprensa e, ainda bastante irritado com a arbitragem, xingou o repórter Alex Escobar, também da Rede Globo.

Depois de responder uma pergunta sobre a dificuldade da partida, o técnico se voltou para o jornalista e disse: “Algum problema?”. Escobar respondeu: “Nenhum, Dunga. Eu nem estava olhando para você”. O clima seguiu tenso durante todo o restante da entrevista, onde Dunga murmurava ao microfone palavrões em direção ao repórter.

Ao deixar o local, o técnico ainda disse a um dos funcionários da Globo o seguinte: “É preciso ser homem, olho no olho e não m... nas calças”, esbravejou Dunga com o semblante enfurecido. 


Publicidade
Publicidade