Publicidade
Esportes
Craque

‘Acabou o caô!’: Flamengo vai de Guerrero mais dez contra o Goiás no Serra Dourada

Rubro-Negro não vai contar com Emerson Sheik no duelo com o Esmeraldino, em Goiânia. O Alviverde do Serrado vai com o mesmo time que perdeu para o Inter pela última rodada do Brasileirão  24/07/2015 às 19:07
Show 1
Guerrero vai tentar marcar seu quarto gol na quarta aparição com a camisa do Flamengo.
Denir Simplício Manaus (AM)

A partida entre Flamengo e Grêmio no último domingo, no Maracanã, consagrou o peruano Paolo Guerrero diante da “Massa Rubro-Negra”. O jogo foi pegado e rendeu seis cartões amarelos. No entanto, apenas um desses foi para um jogador do Fla, justamente o companheiro de ataque do camisa 9 da Gávea: Emerson Sheik, que desfalca o Mengo contra o Goiás, na tarde de hoje, no Serra Dourada.

O técnico Cristóvão Borges fez mistério nos treinos da semana e ainda não definiu o substituto de Emerson. O mais provável é que Marcelo Cirino atue mais aberto, como jogava pelo Atlético-PR antes de ir para a Gávea. Outra possibilidade é a entrada de um meia de armação para municiar Paolo Guerrero na frente.

Nesse caso, Arthur Maia e Alan Patrick brigam por uma vaga no time, que acaba de contratar o meia Ederson junto à Lazio. O tão sonhado camisa 10 que a diretoria rubro-negra tanto almeja foi apresentado na sexta-feira e será mais uma opção para o restante da temporada.

Sem medo do Guerrero

No Esmeraldino o treinador Julinho Camargo trabalhou durante a semana com a mesma formação que saiu derrotada do Beira-Rio diante do Inter. Com 13 pontos e ocupando a última posição antes da zona do rebaixamento, a maior preocupação no Goiás é com o atacante Guerrero, do Flamengo.


“Claro que temos que ter uma atenção redobrada (com Guerrero), mas futebol não se faz sozinho. Eles possuem um grande elenco e um bom treinador. Se conseguirmos diminuir os espaços dos jogadores que alimentam o Guerrero já será um bom caminho”, alertou o zagueiro Fred, do Goiás.

Praticamente definido, a única dúvida de Julinho Camargo fica no meio de campo. Lineker pode pintar no setor e dar mais velocidade na transição do meio para o ataque.


Publicidade
Publicidade