Publicidade
Esportes
Craque

Academias festejam décadas de sucesso

Guto foi professor de Almério Augusto, que acabou seguindo seus passos e criou a própria academia. O sonho que começou no pátio da casa, no bairro de Adrianópolis, Zona Centro-Sul, tomou grandes dimensões. 23/01/2013 às 22:45
Show 1
Professor Guto Monteiro recebeu uma homenagem dos alunos da Manfight pelos 25 anos da Associação Monteiro
Camila Pereira Manaus (AM)

“É uma meta da vida: educar cidadãos de bem e, seguindo o nosso exemplo, caminhar ao nosso lado”. Assim descreveu Almério Augusto, professor de Jiu-Jitsu da Academia Manfight, que completa 10 anos em 2013. Para começar as comemorações, na noite desta quarta-feira (23), na própria sede – rua Belo Horizonte, bairro de Adrianópolis –, dezenas de alunos estiveram presentes para receber graduações de faixa.

Nesta mesma noite, houve um momento especial. Professor Guto Monteiro recebeu uma homenagem dos alunos da Manfight pelos 25 anos da Associação Monteiro, referência do esporte no Amazonas fundada por ele. “Recebo com muito orgulho esta homenagem. É o reconhecimento do trabalho realizado durante 32 anos”, afirmou Guto Monteiro.


Guto foi professor de Almério Augusto, que acabou seguindo seus passos e criou a própria academia. O sonho que começou no pátio da casa, no bairro de Adrianópolis, Zona Centro-Sul, tomou grandes dimensões. Hoje a Academia também conta com projeto social para atender crianças e jovens. “Queremos formar campeões e utilizar o esporte como instrumento de formação pedagógico e filosófico”, destacou.

“Nós vemos muitos professores que começaram conosco, como Almério. Fazer um atleta campeão é fácil, mas fazê-lo pensar e seguir nossos mesmos passos pelo trabalho é um pouco mais difícil. Essas pessoas é que são frutos do nosso trabalho”, afirmou Guto Monteiro.

Atualmente a academia já conquistou títulos estaduais e brasileiros, mas o professor quer alçar voos maiores. “Vamos investir cada vez mais em campeonatos internacionais”, disse.

Publicidade
Publicidade