Publicidade
Esportes
Craque

Acpea oficializa Estadual no 2º semestre de 2016 e fala sobre vaga da Série D de 2017

Associação dos Clubes Profissionais afirmou que a mudança do Estadual para o segundo semestre ocorre por causa das Olímpiadas em Manaus.   13/11/2015 às 10:38
Show 1
Acpea promete divulgar tabela de jogos do Estadual 2016 depois de reunião com a FAF
Anderson Silva Manaus (AM)

A Associação dos Clubes Profissionais do Estado do Amazonas (Acpea) oficializou na tarde desta quinta-feira (12), em coletiva à imprensa, em um hotel na Zona Centro-Sul, que o Campeonato Amazonense 2016 será realizado no segundo semestre com 15 clubes.

O motivo alegado pelos diretores de entidades é a realização das Olimpíadas em Manaus. Outro assunto debatido foi à indicação do representante para a Série D 2017.

“O que fez com que o campeonato vá para o segundo semestre é a Olimpíada estar sendo em Manaus. E esse fato acarreta manutenção preventiva dos gramados e do estádio... E se estiverem disponibilizados será para um jogo a cada dez dias. Não tem como fazer”, explicou o vice-presidente do Fast e presidente da Acpea, Cláudio Nobre, também alegando a falta de tempo para ter o Estadual no primeiro semestre.

“Não há mais tempo hábil para fazer o campeonato no primeiro semestre. Não tem mais como os clubes se organizarem. É a primeira vez que uma Olimpíada é realizada em Manaus. Sabe - lá quando teremos outra”, argumentou.

Quanto à vaga do Amazonas na Série D 2017, Nobre explicou: “Ao contrário do que muitos estão dizendo, o regulamento enviado pela CBF não diz que o Amazonas já tem um representante em 2017. Está dizendo que temos que indicar até 31 de outubro. E nós (ACPEA) vamos fazer isso. Já enviamos ofício à FAF para que haja possibilidade que a indicação seja no dia 21 de novembro (quando deve acabar o Estadual) e se a CBF entender que deve ser 31 de outubro vamos organizar um critério para definir o representante”, disse.

“Por Um Novo futebol Amazonense”

Os planos da Acpea para mudar pra melhor o futebol amazonense também será discutido no 1° Ciclo de debates batizado de “Por Um Novo Futebol Amazonense”.

De acordo com Cláudio Nobre os debates terão início na primeira semana de dezembro. Temas como a Lei Profut – que estabelece princípios e práticas de responsabilidade fiscal e financeira e de gestão transparente e democrática para entidades desportivas profissionais de futebol - divulgação do Campeonato e futebol de base serão amplamente discutidos com a sociedade.

“Vamos debater diversos assuntos com publicitários, jornalistas, torcedores... Assim como a lei profut falada nessa reunião, mas não é o momento de se discutir isso... Queremos debater alternativas, problemas para melhor o nosso futebol”, explicou o presidente prometendo em breve anunciar local e toda a programação.

Publicidade
Publicidade