Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
Craque

Aderbal Lana diz que só vai pensar no Nacional nesta terça

Depois de vencer o Penarol em cobranças de pênaltis, jogadores e comissão técnica do Princesa estão de folga até esta terça-feira



1.jpg Aderbal comemora a classificação para a final do primeiro turno
05/03/2012 às 19:25

Um dia depois de tirar o Penarol da final do primeiro turno do Campeonato Amazonense, o tecnico do Princesa do Solimôes, Aderbal lana, disse que só vai pensar no Nacional – adversário nos dois próximos jogos – nesta terça-feira. Logo após a vitória diante do Penarol, em Itacoatiara, o elenco foi liberado, pois, além do cansaço pelo jogo, também teve a viagem de aproximandamente seis horas, no retorno à Manacauru.

“Não quero pensar nisso agora. Voltamos de uma viagem cansativa e e um jogo muito cansativo por causa do forte calor. Vamos decansar o time porque temos dois jogos difíceis”, afirmou o treinador do princesa.

Aderbal disse que veio a Manaus no sábado passado onde assistiu ao jogo do Nacional contra o Fast, quando o eão venceu por 1 a 0, gol do zagueiro Cristovam. Lana preferiu não comentar sobre o adversário.

“Só posso dizer que vi o jogo, mas não vou falar nada sobre o time agora”, resumiu Lana.

O Princesa se classificou em quarto lugar para as semifinais do primeiro turno do Amazonense e, no primeiro jogo empatou em 1 a 1 contra o Penarol em Manacapuru. No jogo da volta, outro empate de 1 a 1. Nos pênaltis brilhou a estrela do goleiro Luis Paulo, que defendeu quatro cobranças, sendo um do lateral Marcos Pezão, considerado o melhor cobrador do Penarol.

Pelo regulamento do Amazonense 2012, Princesa e Nacional vão jogar duas vezes, com o Naça levando vantagem apenas no mando de campo, Se houver empate nos dois jogos o vencedor do primeiro turno será conhecido nos pênaltis.

 

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.