Publicidade
Esportes
Craque

Adeus! Nacional encerra campanha na Série D com vitória na Arena da Amazônia

O Leão da Vila Municipal venceu o Náutico-RR por 2 a 1, neste domingo, na sua última partida na quarta divisão do Brasileirão 2015 14/09/2015 às 09:06
Show 1
Na vazia Arena, Nacional pôs fim a frustrante e vergonhosa Série D 2015
Denir Simplício Manaus

O Nacional, enfim, terminou sua triste caminhada no Campeonato Brasileiro da Série D de 2015. A despedida melancólica foi com vitória apertada sobre o Náutico-RR, por 2 a 1, neste domingo (13), na Arena da Amazônia. Destaque para a bela atuação do meia-atacante Hayllan e para as pouco mais de 200 “testemunhas”, no que pode ter sido a última partida de futebol oficial do ano no estádio construído para a Copa do Mundo de 2014.

Com o triunfo sobre o time roraimense, que foi dirigido à beira do campo pelo presidente do clube, Adroir Bassorici, o Naça terminou na terceira posição no Grupo A1 do torneio, com 8 pontos, a 7 de distância do segundo . Fechando assim, como uma das piores campanhas de um time do Amazonas na competição nacional.

Os poucos torcedores que compareceram ao estádio foram mais para protestar do que apoiar a equipe comandada pelo técnico Paulo Morgado. Faixas com dizeres como: “Até quando seremos humilhados?” e “Chega de amadorismo” adornaram as arquibancadas da Arena.

O adeus
Com quatro atletas amazonenses em campo, o Nacional não era nem sombra daquele time que iniciou o Brasileirão. Mas os locais ajudaram o Leão a partir pra cima do Alvirrubro de Caracaraí. Aos 13 minutos, André Luis fez boa jogada pela esquerda e cruzou para o menino Hayllan abrir o placar e fazer seu primeiro gol na Arena da Amazônia: 1 a 0 Nacional.

O Naça tocava fácil e não demorou muito para aumentar o marcador. Aos 20, o lateral Peter avançou pela esquerda e na achou o pequeno Weverton sozinho na pequena área para fazer Leão 2 a 0. Com a vantagem de dois gols veio o relaxamento e futebol do Nacional caiu de produção.

O primeiro tempo terminou assim. O problema foi a volta do intervalo. A única ambulância no estádio saiu para o atendimento de um dos atletas do Náutico-RR, que recebeu pancada na cabeça, e não retornou. Foram mais de 50 minutos de espera até o jogo recomeçar com a volta do socorro.

Jogo reiniciado e poucas emoções em campo. Hayllan ainda teve a chance de aumentar em cabeçada, mas a bola passou por cima do gols de Leandro. Aos 38 minutos, o atacante Washington deixou zagueiro do Naça no chão e descontou para o Náutico-RR. O Naça ainda meteu uma bola na trave com Lídio, mas terminou nisso. O Nacional “junta os cacos” e projeta o que vai fazer na próxima temporada ainda este ano. Vamos ver o que o representante do Amazonas na Série D de 2016 planeja para a torcida nacionalina.

Publicidade
Publicidade