Quinta-feira, 26 de Novembro de 2020
PREJUÍZO

Adiamentos e cancelamentos impactam mercado das corridas de rua

Por conta das medidas adotadas contra a disseminação da Covid-19, eventos esportivos foram suspensos em todo o Brasil. Em Manaus, Erivelton de Almeida fala sobre o prejuízo sem as promoção dos eventos



WhatsApp_Image_2020-04-01_at_17.38.59_A9319A77-824A-4223-8766-630BF63D6472.jpeg Por exclusividade de data, Corrida do Dia das Mães deve ser cancelada. Foto: Divulgação
02/04/2020 às 09:56

A suspensão de eventos - considerados não essenciais - para evitar a aglomeração de pessoas foi uma das maneiras encontradas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para desacelerar o contágio do novo coronavírus. A medida, acatada por representantes estaduais no Brasil, paralisou competições esportivas em todas as regiões e, consequentemente, trouxe prejuízos para organizadores. 

Analisando o âmbito local, os eventos de corridas de rua foram diretamente afetados com adiamentos e cancelamentos. Para saber mais sobre o prejuízo por conta da paralisação - inevitável por conta do combate à Covid-19 -, o CRAQUE entrou em contato com Erivelton de Almeida, profissional de Educação Física e CEO da Endurance Sports, que promove diversos eventos de corridas na capital amazonense. 




CEO da Endurance Sports, Ervielton é um dos principais promotores de corridas de rua. Foto: Acervo pessoal

Erivelton detalha que a paralisação impactou não somente os organizadores de corrida, mas toda a ‘engrenagem’ dos eventos. “Começou a impactar os fornecedores. Tenho notícias de que empresas que produzem medalhas, camisas, entre outros itens que normalmente utilizamos nos kits de corredores, já começaram a demitir em massa. Não suportariam pagar 3 ou 4 meses de salários”, explica o CEO da Endurance, que adiciona as empresas de montagem de estruturas na crise.

Adiamentos e cancelamentos 

Erivelton estima que, no total, cinco eventos de corrida serão afetados durante este período de isolamento. No mês de março, dois eventos já foram adiados: Corrida Nossa Energia Move a Amazônia, que aconteceria no dia 26, e Corrida e Meia Maratona Tiradantes, que seria no último sábado (28). Marcadas para maio, Corrida do Trabalhador e Corrida Marechal Rondon também devem ser impactadas. Para algumas de data especial, como a Corrida do Dia das Mães, só resta o cancelamento.


Marcada para maio, a Corrida do Trabalhador pode ser cancelada. Foto: Divulgação

“Os eventos certamente serão os últimos que voltarão, mas queria chamar a atenção, em específico, para os esportivos. É uma área que detém um valor que pouco é divulgado, pois mantém as pessoas focadas em objetivos pessoais, o que rende uma melhora significativa na saúde. Sem contar com a maior imunidade fisiológica conquistada”, destacou Erivelton sobre a prática de atividades físicas. Ciente do combate necessário à Covid-19, o organizador atenta para a prevenção e torce para que tudo volte o mais rápido possível. “Há que se avaliar os dois lados da situação”, completou o profissional da Educação Física.

Movimento #JuntosPeloEsporte

Pensando na sobrevivência do mercado de eventos esportivos, pela primeira vez na história, mais de 150 organizadores e apoiadores do mercado de todo país se reuniram num único movimento para fortalecimento em continuidade das empresas, já que um mercado antes em expansão, encontra-se em perigo. Segundo informações da plataforma de inscrições Ticket Agora, mais de 230 eventos já foram adiados nas últimas semanas, fato esperado diante do cenário que impede aglomerações de pessoas até que a proliferação do vírus seja controlada. A grande maioria, mais de 90% dos eventos foram adiados e não cancelados. 

"Diante dessa situação que estamos vivendo, a queda nas vendas de inscrições é uma realidade, mesmo para aqueles eventos do segundo semestre, chega a 98%", afirma a plataforma Ticket Agora. O movimentoem questão tenta recuperar o engajamento de atletas amadores por todo o Brasil, sem pedir que as pessoas saiam de casa agora, mas que, se possível, apostem na força dos eventos que vêm por aí, ainda em 2020 e mantenham suas inscrições. Em Manaus, a TO GOAL Sports Ventures e a NeoCompetição aderiram à campanha.

 

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.