Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Craque

Advogado afirma que sete corintianos presos na Bolívia devem ser soltos nesta quinta-feira

Espada foi atingido por um sinalizador que supostamente saiu da arquibancada dos torcedores do time brasileiro, no jogo contra o San José, em Oruro, na Bolívia



1.jpg Torcida presente no estádio boliviano momentos antes do incidente
06/06/2013 às 15:57

Os advogados de defesa dos 12 corintianos presos na Bolívia desde 21 de fevereiro, acusados pela morte do torcedor boliviano Kevin Espada, acredita que sete deles serão libertados ainda nesta quinta-feira (6).

 "Está para sair uma decisão da Justiça boliviana para libertar sete deles. Acabei de falar com nossos advogados na Bolívia, e isso deve acontecer logo", afirmou o advogado Ricardo Cabral, advogado da torcida Gaviões da Fiel no Brasil, ao jornal “Folha de São Paulo”.



Espada foi atingido por um sinalizador que supostamente saiu da arquibancada dos torcedores do time brasileiro, no jogo contra o San José, em Oruro, na Bolívia.

Um adolescente de 17 anos, integrante da torcida organizada da Gaviões da Fiel, prestou depoimento para o Consulado da Bolívia e reafirmou no Brasil ter sito o autor do disparo do artefato que matou o adolescente de 14 anos.

O torcedor amazonense Cleuter Barreto Barros, 24, está preso na Bolívia também acusado de homicídio culposo pela morte do jovem.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.